Jovem que vendia peixe, ganha destaque no mundo da moda, conheça a modelo Monique Lemos

Nascida em Salvador, no bairro Mirates de Piripiri, a jovem modelo Monique Lemos, com apenas 14 anos vendia peixe na Praia da Ribeira, capital soteropolitana, para ajudar nas despesas de casa.



Modelo Monique Lemos (Foto: Reprodução / Instagram)


“Eu mesma preparava e vendia os peixes na Praia da Ribeira, debaixo do sol quente. Fiz isso por quase dois anos. Andava na praia com uma bandeja grande, das 9h da manhã até o sol se pôr. Só parava para comer alguma coisa, que geralmente era o próprio peixe que eu vendia”.

Leia mais: Modelo Iago Santibanez denuncia homofobia na moda

E hoje então com 16 anos, assinou contratos com agentes em Nova York e Paris. Munik, seu nome artístico, sonhava desde os 13 anos em ser modelo. “Foi com este trabalho nas praias que pude comprar o meu primeiro salto alto”.

Quando não estava trabalhando nas praias, Munik dançava nas ladeiras do Pelourinho, e então foi ali que foi avistada por Vivaldo Marques, seu futuro agente.

“Encontrei Monique num evento de beleza negra em 2017. Expliquei para ela sobre meu trabalho. Do nada ela virou: ‘Você consegue me levar para Turquia? Nova York? Me leva agora!’ A gente ficou um tempo sem se ver. Quando voltei para Salvador, ela estava na Ribeira vendendo peixe. Todo dinheiro que ela fazia era para ajudar dentro de casa. Falei: ‘Essa menina é um escândalo'”. 

Antes de mais nada, Vivaldo gravou um vídeo de apresentação de Monique, que apresentou para agências de São Paulo. Então, as coisas aconteceram rapidamente, e a modelo assinou com a Way Model. Agência de Alessandra Ambrósio e Cadice Swanepol, e com outra agência em Paris. E por fim, participou junto com seu agente do clipe “Me Gusta”, da cantora Anitta, gravado nas ladeira do Pelourinho.

O futuro de Monique Lemos

A modelo que veio da periferia, comentou que teve uma infância muito feliz e humilde. E apesar de ainda ser uma adolescente, Monique pensa em seu futuro além das passarelas.

Ela sonha cursar Direito e ser desembargadora. Mas, antes tinha o sonho de ser presidente do Brasil. “Gosto de política. Queria ser presidente do Brasil. Mas o tempo foi passando e fui avaliando que preciso de uma profissão para defender as pessoas”, comentou quando foi selecionada para o Afro Fashion Day.

Assim como outras modelos negras, Monique também tem sua opinião sobre o racismo no mundo da moda. Ela sente falta da diversidade no mundo fashion.

“Como sou nova na área, não consegui sentir de perto a exclusão com as negras, na pele. Até então fui muito bem recebida. Mas sinto falta de representatividade, de mais meninas como eu nas campanhas, espero que com esse novo ‘exposed’ que tem ocorrido ultimamente, os clientes acordem e abracem nosso povo, porque eu estou chegando e quero arrasar!”.


Afro Fashion Day 2017 (Foto: Reprodução / Instagram)


Por: Andreza Soares

(Foto Destaque: Modelo Monique Lemos. Reprodução / Instagram)

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário