Cultura indiana, representatividade e desconstrução de tabus

Produzida pela Netflix, a série Eu Nunca já ganhou as telinhas e os corações de muitos. A história de primeira parece tratar apenas de dilemas adolescentes. Entretanto, será que é só isso mesmo?



(Vídeo: Reprodução/YouTube)


Enredo de Eu Nunca

Em resumo, Maitreyi Ramakrishnan, em seu primeiro trabalho profissional é indiana, assim como sua personagem. Devi, é uma garota que enfrenta a morte e a vida de uma forma contagiante para todos os públicos.

Eu nunca

(Foto: Reprodução/Netflix)


Mais uma vez a Netflix traz diversidade cultural e de gênero. Surpreendentemente, eEm 10 episódios, são exibidos para nós a cultura indiana, o tabu da virgindade, a dificuldade que muitos enfrentam em se aceitar no mundo LGBT publicamente e aquela velha história de “nunca julgue um livro pela capa”. Além disso, a série é narrada pelo divertidíssimo John McEnroe, que parece ler nossas mentes quando se refere aos personagens.

(Foto: Reprodução/Netflix)


As cenas de Devi na terapia são tratadas de forma espontânea e divertida. A relação da personagem com os familiares traz uma identificação com diversos jovens. A conhecida procura por mais liberdade durante a adolescência. Entretanto há um toque clichê em Paxton, interpretado por Darren Barnet, o bonitão pelo qual todos se apaixonam, que carrega complexidades. Desta forma, a história acaba mudando o nosso pensamento previsível, em especial no último episódio.

(Foto: Reprodução/Omelete)


Temas importantes são trazidos para a nossa reflexão são valores como a morte e amizade. Além  como a relação familiar influencia diretamente no comportamento de qualquer pessoa, independentemente da classe social.

A série Eu Nunca é boa?

A resposta é sim. A nova série do Netflix Eu Nunca é boa. A produtora foi  Mindy Kaling, que estrelou na série de humo The Office e participou do Mindy Project.  E ela acertou de novo, fazendo um seriado que une delicadeza e humor para falar de forma verdadeira sobre a adolescência.

Temos personagens bem desenvolvidos e uma narrativa bem estruturada que aposta com um humor singelo e certeiro. Um ótimo projeto para distrair a cabeça nesses tempos difícies.

O seriado tem tudo para ganhar mais temporadas, embora tenha um encerramento satisfatório dentro da temporada. Portanto, devemos esperar que o streaming renove a produção e que Devi, Fabiola, Eleanor e todos os outros voltem em breve com mais tramas divertidas e inspiradoras.

Por: Paula Tassara

Imagem em destaque: (Reprodução/Netflix)

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário