“O maior arrependimento da minha vida”, afirma Ben Affleck sobre seu divórcio

 

Sempre muito claro sobre sua vida pessoal, Ben Affleck fala novamente sobre seu divórcio com a atriz Jennifer Garner, no qual teve um relacionamento de dez anos e tem três filhos. Em uma entrevista no programa “Good Morning America”, o astro falou que aceitar a separação foi “doloroso e decepcionante”.



O ator falou também sobre seu problema com o álcool, o principal motivo da separação. Relembrou, também, que a sua vó sofria da mesma doença e morreu de uma overdose em decorrência ao vício. Ben relatou estar lutando para “ficar sóbrio nos anos formativos dos meus filhos.”

Leia mais: Lutando contra alcoolismo Ben Affleck quase cai após sair de uma festa

Por consequência de seus atos, Affleck falou sentir uma vergonha realmente tóxica por ser o maior culpado do divórcio. “Sensação hedionda de baixa autoestima e auto-aversão”, relatou. Ao mesmo tempo, tenta ser gentil consigo mesmo, porque entende que não é saudável ficar obcecado com as suas falhas.

Acima de tudo, ficam o respeito e carinho por sua ex-companheira, que o ajudou durante uma fase conturbada de sua vida pessoal, contudo premiada no cinema. Vale lembrar que em 2013, o astro ganhou o Oscar de melhor filme por ‘Argo’ e dedicou o troféu a esposa por apoia-lo em todos os momentos.


 

Ben Affleck e sua ex-exposa, Jennifer Garner. (Foto/reprodução: Getty)

 


 

Affleck e Garden se separam em 2018, contanto continuam amigos. Foi a atriz que o levou para uma clínica de reabilitação no ano seguinte. Durante a entrevista, o ator escreveu uma nota de agradecimento para a ex-mulher, na qual foi lida pela apresentadora do programa, à jornalista Diane Sawyer. “O que quero dizer publicamente e pessoalmente é obrigado. Obrigado por ser atenciosa, responsável e uma ótima mãe e pessoa”, dizia o recado do ator.

 

Confira abaixo a entrevista:

Por: Rakeche Nascimento

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário