Beyoncé anunciou uma petição em busca de justiça do assassinato de George Floyd por um policial branco

No dia 30 de maio, Beyoncé manifestou-se sobre o assassinato de George Floyd. Assim, a cantora lançou uma petição em busca de justiça.



Beyoncé na premier do filme O Rei Leão. (Foto: Reprodução/ Getty Images)


A princípio, Beyoncé publicou um vídeo em seu instagram manifestando-se sobre o assassinato brutal de George Floyd. Desse modo, no vídeo a cantora pede justiça à George Floyd, um homem negro que morreu  asfixiado por um policial branco no estado de Minneapolis, EUA. Assim, Beyoncé disse:


“Nós precisamos de justiça para George Floyd. Todos nós testemunhamos o seu assassinato em plena luz do dia. Nós estamos quebrados e com repulsa. Nós não podemos normalizar essa dor. Eu não estou apenas falando para pessoas negras, se você é branco ou qualquer outra cor, tenho certeza que está indignado com o racismo que está acontecendo no EUA. Chega de mortes frias de seres humanos. Chega de enxergar pessoas negras de forma inferior a seres humanos. Nós não podemos mais ignorar. George é nossa família, nossa humanidade. George é nossa família porque ele era um cidadão americano. Já houve outras ocasiões que vimos essas mortes violentas acontecer sem ter nenhuma consequência. Alguns foram condenadas, mas a justiça ainda está longe de ser alcançada. Por favor, assine a petição. Continue a orar por paz, compaixão e cura do nosso país. Obrigada”

Leia mais: Beyoncé doa 6 milhões para fundo de combate ao Covid-19

O Caso de George Floyd

Na segunda-feira (25), George Floyd foi brutalmente assassinado por Derek Chauvin, um policial branco. Darnella Frazier, uma cidadã que passava pela rua, filmou horrorizada o assassinato de Floyd. No chão, algemado e desarmado, George Floyd foi asfixiado sob a pressão do joelho de Chauvin, um dos policiais brancos que o detiveram. Ademais, no vídeo, é possível ouvir George Floyd repetir a frase “Eu não consigo respirar”, mesma frase dita por Eric Garner em 2014, após ser morto por um policial em Nova York. Adiante, quando a ambulância chegou, Floyd não tinha mais sinais de vida. Além disso, o policial Derek Chauvin já tinha 18 acusações de mal conduta e abuso de poder ao decorrer dos seus anos na corporação policial.

O assassinato de George Floyd revoltou o EUA, principalmente as comunidades negras americanas. Em decorrência disso, uma série de atos e protestos ocorreram não apenas em Minneapolis, mas em 30 outros Estados americanos. Em Minneapolis, manifestantes ocuparam as ruas e protestaram na frente da corporação policial reivindicando justiça e a prisão do policial.

No início, a manifestação foi pacífica com a presença dos manifestantes no local. Horas depois, começaram os confrontos entre manifestantes e a polícia. Após 4 dias de protesto em Minneapolis, uma delegacia foi incendiada, lojas e mercados saqueado, carros  queimados e cidadãos feridos.

Por: Jackson Brito

Imagem em destaque: Beyoncé na premiere do filme O Rei Leão. (Reprodução/Getty Images)

Related Article