A ideia de uma minissérie tratando do crime cometido por Bruno causou revolta nas redes sociais e entre os artistas

A minissérie que contaria a história do assassinato de Eliza Samudio pelo goleiro Bruno foi cancelada antes mesmo de começar.



De acordo com a @colunapatriciakogut, o Globoplay desistiu de levar adiante a produção da minissérie que seria dirigida por Amora Mautner, escrita por Lucas Paraizo e provavelmente Vanessa Giácomo estaria no papel da vítima representando Eliza Samudio. Entretanto, segundo a colunista, a TV Globo ainda tem intenções de fazer novas produções sobre crimes conhecidos em nosso país.

Goleiro Bruno, diretora Amora Mautner e atriz Vanessa Giácomo

Goleiro Bruno, diretora Amora Mautner e atriz Vanessa Giácomo (Fonte: Instagram)


A série seria baseada no livro “Indefensável – O Goleiro Bruno e a História da Morte de Eliza Samudio”, dos jornalistas Leslie Barreira Leitão, Paula Sarapu e Paulo Carvalho e da editora Record mas que a Globo confirmou ter comprado seu direito.

Livro Indefensável, que conta sobre o caso Bruno

Livro Indefensável – O Goleiro Bruno e a História da Morte de Eliza Samudio (Fonte: Instagram)


O assassinato da modelo e atriz teve repercussão nacional por envolver na época o então goleiro titular do Flamengo, Bruno. Eliza tinha 25 anos e tinha um filho com o atleta após um relacionamento em 2009.

Leia também: Victor Hugo e Mari Gonzalez batem boca ao vivo no jogo da discórdia

Na época do crime o goleiro foi condenado a 20 anos e 9 meses de prisão por ser mandante do homicídio triplamente qualificado, onde alega-se que Eliza foi vítima de cárcere privado, estrangulamento e esquartejamento em junho de 2010. Estando portanto o corpo dela até o momento não localizado.

A mãe de Eliza Samudio criticou o conteúdo do livro comentando que a filha estaria sendo citada como uma prostituta, uma atriz pornô interesseira, e que o Bruno é citado praticamente com um “coitadinho”.

Em relação a minissérie a mãe de Eliza comentou em entrevista: “Não autorizo. Ninguém está pensando no filho dela que vai completar 10 anos. A única que meu neto tem de ver a mãe é por fotos, porque ele não a tem por perto. […] Aí vem a Globo fazer essa minissérie?”

Por Ceiça Santos

Imagem destaque: Caso do goleiro Bruno e Eliza Samudio (Foto: Reprodução)

 

 

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário