Dinho Ouro Preto de 55 anos, informou no Instagram que testou positivo para o novo coronavírus e que a princípio não será hospitalizado

O ex-vocalista da banda Capital Inicial, Dinho Ouro Preto, é a mais nova celebridade a testar positivo para o Covid-19.



Como resultado, por meio do Instagram, falou sobre o teste e os sintomas da pandemia.

Além disso, Dinho afirmou inicialmente que os sintomas são bem parecidos com o da dengue, na qual ele já contraiu em 2016, de acordo com a  Quem.

Leia Mais: Atriz Alice Wegmann sofre com sintomas de coronavírus

“Amigos, eu testei positivo pro coronavírus. É um saco. O que eu tô sentindo me lembra a dengue que eu tive alguns anos atrás. Dor no corpo, febre (no meu caso de no máximo 38,5) náusea e frio. Não tive tosse ou dor de garganta o que quer dizer que varia bastante de pessoa pra pessoa. Não vou ser hospitalizado. Vou isolado e de molho em casa mesmo…”


Dinho Ouro Preto — Foto/Reprodução: Instagram


Cantor faz alerta

Em conclusão, Dinho fez um alerta às pessoas que mantiveram contato com ele nos últimos dias.

“Não sei quando ou onde eu entrei em contato com vírus. Mas talvez todo mundo que tenha entrado em contato comigo até umas duas semanas atrás deva ficar ligado. Não vou ser hospitalizado, vou me isolar em casa mesmo. Saúde pra todos vocês”, finalizou Dinho.

Na publicação, alguns seguidores e fãs do cantor foram solidários: “Melhoras, Dinho”, “Estamos com você!”, “Fazendo a coisa certa, logo está de volta”, “Que passe tão rápido quanto veio”, escreveram.

Da mesma forma, além do músico, a influenciadora Gabriela Pugliesi, a atriz Fernanda Paes Leme e os músicos Di Ferrero e Preta Gil estão entre os famosos que contraíram o coronavírus.

A respeito do Covid-19

Resumindo, o COVID-19 é uma nova mutação da família coronavírus que está se espalhando em ritmo alarmante desde dezembro de 2019. A China foi o primeiro país vítima da epidemia, com infecções e mortes confirmadas em todas as suas províncias. Desde então, a presença do vírus foi confirmada em quatro continentes, incluindo também a América do Sul, com casos no Brasil, Argentina e Chile.

Por: Kelly Jorge

 

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário