O CFDA anunciou projetos de emprego, estágio e orientação para talentos negros

Por ter seu combate reacendido no mundo todo, muitos colaboradores que são a favor de combater a discriminação aos negros. A CFDA Teve um aumento considerado em relação as suas atividades em prol da diversidade, e anunciou no dia 04 de junho atividades para combater o racismo institucional na indústria fashion.



Os projetos criado pela CFDA, foram propostos no dia 02 de junho em uma reunião geral. Mas, o comunicado só chegou na imprensa no dia 04 publicado no seu Instagram oficial.

Leia mais: Tipos de Bases existentes e para que são indicadas?


Tom Ford charmain da CFDA (Foto: Reprodução / Pinterest)


A CFDA, pretende criar plataforma de estágio, que interliga os novos talentos negros com empresas de moda, e programas de orientação e estágio. Fora que pretendem fazer treinamento de inclusão para membros do conselho e doações para fundos para o combate da igualdade racial.

O Conselho de Designer da América, também pretende em levar seus projetos à todos os varejistas de moda. E para aplicar em suas próprias escolhas, faram uma avaliação na corporação para garantir equilíbrio racial no trabalho interno.

Por conta do desemprego nos Estados Unidos, decorrente a pandemia. Muitas dúvidas em relação aos projetos entram em questão, mas Steven Kolb contou a WWD que reconhece o que está acontecendo em relações ao desemprego. Por isso, garantiu que os programas atuaram assim que aparecerem novas oportunidades na CFDA.

CFDA já tem a sua diversidade

A diversidade já vem sendo pautada dentro da CFDA, há algum tempo, presentes em programas existentes, prêmios e mentorias. A organização recrutou cinco pessoas, para poder colocar  a iniciativa em funcionamento,  “Isso é algo em que trabalharemos durante todo o verão e certamente esperamos ter isso ativamente ativo no outono”.

Quando Tom Ford assumiu a função charmain na CFDA, em junho de 2019. E desde então começou ações para reajustar a moda norte-americana. Como por exemplo a redução da Semana da Moda de Nova York.

Mesmo a favor da diversidade, o numero de negros declarantes na instituição são 19 membros, de um total de 447 integrantes, que equivale 4% do total. Entre eles estão Virgil Abloh, Kerby Jean-Raymond e Carly Cushnie, que compõe o núcleo administrativo.

Por: Andreza Soares 

(Foto destaque: Semana da Moda de Nova York 2019. Reprodução/ Estadão / Thomas Concordia)

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário