Chimbinha foi acusado de agressão a Carla Maués

 

O cantor Chimbinha que já havia sido acusado de agredir a cantora e ex esposa Joelma, foi acusado por Carla Maués, ex-vocalista do Cabaré do Brega, atual banda do músico.



Leia mais: Ex-vocalista da banda de Chimbinha, acusa cantor de agressão

 

Chimbinha é acusado por ex-vocalista de sua banda. (Foto: Reprodução/R7)

Desta forma, uma matéria postada no F5,  relata que, segundo Carla, os funcionários sentem medo do cantor.

Família está com medo

“A Carla não falou para a imprensa. Ela me procurou porque está muito traumatizada e machucada. Ela precisa de uma medida protetiva. As ameaças contra ela continuam. O marido e a genitora dela estão aflitos. Ela foi torturada e agredida na frente da própria filha, seu vagabundo! Você agrediu a Carla dentro do estúdio do Dedê. Todos conhecem, em frente ao Adílson Moreno. Dentro do estúdio. E a menina, a Carla, estava com a menina dela, a Clarinha, que me chama de tio, seu pilantra!”, disse Wlad em um trecho da live.

Ele ainda continuou: “O que você tem contra as mulheres, cara? Vai te tratar, amigo! Você é um psicopata. Quinta vítima, com a mulher Joelma, te denunciou na delegacia”, afirmou, Wlad Costa.

Processo a caminho

Em nota, a assessoria de Chimbinha afirmou que irá processar os dois.

“Em relação ao vídeo veiculado pelo vocalista aposentado da falida Banda Wlad nas redes sociais, informamos que o Projeto Cabaré do Brega tomará todas as medidas judiciais cabíveis e processará o ‘contador de histórias infundadas’ e agressor de professor Wladimir Costa pelas acusações infundadas feitas ao grupo Cabaré do Brega”, disse o trecho inicial do documento.

“Ele será processado por calúnia, difamação, injúria, constrangimento, dano moral, prejuízo comercial e ameaça. Todos os procedimentos neste sentido estão já estão sendo instaurados.

O próprio Chimbinha se declarou em um vídeo postado em suas redes sociais.

Segundo ele, “ao perceber que Carla Maués chegou ‘muito alterada’ ao local da gravação dizendo que tinha outros compromissos, imediatamente a informou que ela não precisaria gravar naquele estado”.

Por conta disso, de acordo com ele, a cantora “perdeu a cabeça, começou a gritar e passou a ofendê-lo”.

Chimbinha disse também que ela estava “totalmente descontrolada” e “chutou a porta da área de gravação”, afirmando na sequência, ter quatro testemunhas de sua versão, que serão chamadas para depôr contra Carla e Wlad, no processo.

 

Por Isabel Santos

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário