Segundo uma pesquisa recente publicada na China indica que 36% dos infectados apresentaram problemas neurológicos

A pandemia do novo coronavírus tem trazido novas descobertas a cada dia. Além da tosse e falta de ar, sintomas mais comuns, alguns pacientes tiveram perda de paladar e diarreia. E agora, médicos de todo o mundo estão relatando que alguns pacientes podem desenvolver sintomas neurológicos durante a infecção.



Leia mais: Anticorpos de Ihamas podem ajudar no combate ao coronavírus

O novo coronavírus pode causar esses distúrbios neurológicos. (Foto: Reprodução/ Redação Online)


De acordo com um artigo escrito por Jeremy Rossman, professor em virologia e Presidente da Research-Aid Networks, ele analisou diversos estudos sobre o tema. Segundo ele, alguns pacientes apresentaram uma ampla gama de sintomas, como doenças gastrointestinais, possíveis problemas de coração e até distúrbios relacionados à coagulação do sangue. Além disso, sintomas neurológicos também podem ser adicionados a essa lista.

Em suma, não se sabe ainda exatamente qual o mecanismo usado pelo novo coronavírus para afetar o cérebro. Uma das hipóteses seria que o próprio sistema imunológico, ativa uma resposta forte o que pode acabar atacando células saudáveis por engano. Outra hipótese seria que o próprio vírus poderia atacar essas áreas por si só.

Manifestações neurológicas 

Segundo dados coletados de 214 pacientes em três hospitais em Wuhan (China), um time de neurologistas identificou que 78 dos pacientes (36,4%) tiveram sintomas neurológicos. Agrupados em três tipos:

  • Sistema nervoso central (53 pacientes): dor de cabeça, tontura, sonolência/diminuição do nível de consciência, ataxia, AVC/isquemia cerebral e crise convulsiva;
  • Sintomas do sistema nervoso periférico (19 pacientes): hipogeusia (alteração do paladar), hiposmia (alteração do olfato) e neuralgias (diversas dores de origem neurológica);
  • Sintomas musculares esqueléticos (23 pacientes): mialgia / dor muscular.

É importante ressaltar que a maioria dos pacientes não apresentam sintomas neurológicos graves, geralmente uma dor de cabeça no máximo. Além disso, o que geralmente causa a morte são os danos ao sistema respiratório. Como conclusão, recomendam-se atentar para possíveis quadros neurológicos nos pacientes com suspeita de COVID-19, principalmente os quadros mais graves.

 

Por: Jesus Henrique

Imagem em destaque: (Reprodução/ Notícias ao Minuto)

 

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário