A justiça foi feita! Gustavo Correa foi absolvido hoje, de acusação de homicídio doloso.

Em segunda instância por decisão TJMG, Gustavo Henrique Belo Correa foi absolvido por 3X0 (três votos a 0)  da acusação de homicídio doloso – quando há intenção de matar. Em 2016 o homem que se dizia fã de Ana Hickmann, Rodrigo Augusto de Pádua invadiu o quarto do hotel Caesar Business em Belo Horizonte, onde a apresentadora estava hospedada com o objetivo de matá-la. Gustavo que também estava no quarto, com intuito de defendê-la entrou em luta corporal com o Rodrigo estando armado e para sua defesa teve que desferir tiros que acabou resultando na sua morte do Rodrigo.



Rodrigo Pádua (REPRODUÇÃO INTERNET)

Leia Mais: Ana Hickmann desabafa.

Para alívio de toda família, mas uma vez tiveram sentença favorável, Ana Hicmann comemorou em seu instagram. Com sensação de alívio e justiça, agradeceu ao advogado que cuidou do caso e a todos que se sensibilizaram e demostraram apoio a sua família. Seu cunhado também postou em sua rede social alívio, e relatou como foram acompanhar os votos dos desembargadores pela absolvição, e acredita que o pesadelo chegou ao fim. “Foram três votos a zero. No meu entendimento de leigo, com tudo que o advogado tentou me explicar, parece que vai ter fim. Eu vim confiante, mas não vim com o jogo ganho. A gente nunca sabe o que pode acontecer, a gente só pode falar pela nossa cabeça. Mas a gente sentiu um sentimento de alívio muito grande”, disse.

Gustavo Correa e Alexandre Correa (REPRODUÇÃO INSTAGRAM)

Fernando José Costa, advogado de Gustavo acredita que, com essa decisão do TJMG o caso seja encerrado. “Tendo-se em vista que o Ministério Público aqui hoje, que é um outro procurador, nem realizou a sustentação oral, eu chego até a acreditar que a posição dele talvez não tenha sido a mesma do promotor que realizou o recurso de apelação. (…) Acreditamos que o caso estará juridicamente encerrado porque o sofrimento moral, a saúde isso vai por toda uma vida”, disse.

Por Daniela Pimenta

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário