Entre Direito e proteção (não importa de quem), os possíveis indicados do Emmy entram na cabeça do público

Apesar da pandemia e para alegria geral das nações, o Emmy Awards 2020 foi mantido. Com isso, o Primetime Emmy que será dia 20 de setembro terá como anfitrião Jimmy Kimmel. Embora não se saiba como se dará a premiação, temos a certeza de quem a fará.



E falando em certezas, já no dia 28 de julho, a Television Academy anunciará os indicados na disputa do Emmy. Rujam os tambores e acompanhem algumas preferências do público para as nomeações na categoria de Melhor Série Limitada ou Filme de TV.

Leia mais: Emmy Awards 2020: de Filadélfia a Fleabag, nada fica escondido “nas sombras”

Melhor Série Limitada

Primeiramente, o que chama atenção nessas três possíveis indicações é a proposta de moralidade que todas possuem. As vertentes de certo e errado, abrindo caminhos para dúvidas de nós mesmos. Como se te perguntasse: “E se fosse você?”.

Embora haja similaridade nas emoções provocadas, elas param por aí e acrescentam elementos singulares e perspectivas que merecem toda a atenção.

1. Defending Jacob

Defending Jacob é destaque na Apple TV+. (Foto: Reprodução/AppleTV+/IMDB/Uol)


Sim, a Apple TV+ não brincou em serviço, a minissérie de 8 episódios, literalmente prende o telespectador fazendo-o segurar fôlego e curiosidade até o final. Isso mesmo que você leu, até o final. A história é baseada no romance homônimo de William Landay, de 2012, e não possui ainda direitos para uma segunda temporada.

Por que eu te contei isso? bem, se não há temporadas vindouras, você precisa correr e ver antes que saia de catálogo, a atuação de Cris Evans, Jaeden Martell e Michelle Dockery. Aqui o promotor de justiça, na pele de Evans, tenta a todo o custo defender seu filho Jacob (Jaeden) de uma acusação de assassinato, ao passo que tenta estabilizar a família.

Parece simples, não é? acredite, não é! O roteiro bem produzido e as pouquíssimas falhas do seriado, fazem você pender para ambos os lados. Uma coisa é certa, na trama você também é o investigador, o advogado, os pais e tantos outros personagens secundários. Aliás, os coadjuvantes aqui possuem destaque merecido.

Quem você seria em Defesa de Jacob? Assista o trailer.


(Vídeo: Reprodução/YouTube)


2. Sex Education

emmy

Sex Education ganhará nova temporada em 2021. (Foto: Reprodução/Netflix/R7)


Mesmo que o cenário seja uma escola, adolescentes e possíveis “Meninas Malvadas”, Sex Education vai além e transforma o assunto tabu: sexo. Enquanto Otis (Asa Butterfield) vê a possibilidade de ganhar uma grana aconselhando os alunos de sua escola sobre sexo, o jovem ainda é virgem.

Numa mistura de rebeldia, amizades, aceitação e respeito, Sex Education constrói sua narrativa livre de estereótipos e preconceitos. Além de provar que a fase mais importante na construção social de alguém, pode vir repleta de medo e que está tudo bem, na verdade ele é a passagem para a descoberta de si.

Ah! Temos boas notícias! Veremos Otis novamente em 2021, quando está prevista a terceira temporada.

3. Mrs. America

emmy

Cate Blanchett é a protagonista de Mrs. America. (Foto: Reprodução/FX/Entre Séries)


Já a minissérie da FX, estrelada por Cate Blanchett conta a história do movimento de liberação das mulheres, nos anos 70. Numa luta pela aprovação da Emenda para Igualdade dos Direitos.

A sacada do seriado é os obstáculos enfrentados pelas duas frentes: o conservadorismo e o liberalismo. Além de trazer Blanchett, famosa por denunciar desigualdades no mundo real e sendo justamente, uma conservadora. Infelizmente, não há previsão de uma segunda temporada.

Confira o trailer da produção:


(Vídeo: Reprodução/YouTube)


Melhor Filme de TV

Certamente, não há um consenso entre críticos e público nesse quesito. Logo que algumas produções agradaram mais do que outras, mas não sejamos injustos e vamos realçar as principais caraterísticas desses filmes.

1. The Irishman

O diretor Scorsese na peneira de escolher os melhores diamantes para seu filme, de cara traz Robert De Niro, Al Pacino, Joe Pesci e Harvey Keitel. Além disso, lapida o roteiro de forma honrosa e caprichada como de praxe, trazendo o caminhoneiro e matador que se envolve numa trama com um líder sindical.

Sobretudo, há curiosidades relevantes: foi a produção mais cara do diretor e a Netflix abriu o bolso com os US$ 160 milhões! Adicionando dez nomeações ao Oscar – mas não ganhou, e mais de três horas de filme. Não esquecendo da avaliação super positiva no Rotten Tomatoes: 96%, com 427 críticos votando.

Tire suas conclusões e assista o trailer da produção:


(Vídeo: Reprodução/YouTube)


2. El Camino: A Breaking Bad Movie

Com o papel de finalizar a série “Breaking Bad”, El Camino se apresenta após seis anos do fim do seriado. No entanto, não se preocupe há uma prévia que te deixa a par rapidinho dos últimos acontecimentos. Logo Aaron Paul (Jesse Pinkman) entra em ação numa trama de pós prisão e problemas mal resolvidos.

Embora, alguns críticos digam que foi um dos melhores papéis de Aaron, o público fã da série relata que o epílogo nada acrescenta e o personagem não se sustenta sozinho. Mas, os diálogos divertidos e ação presente no longa, ainda trazem faíscas aos olhos.


emmy

El Camino finaliza a série Breaking Bad. (Foto: Reprodução/Netflix/OGlobo)


3. Let It Snow

Por fim, apesar da recorrência de filmes mais do mesmo natalinos, “Let It Snow”- “Deixe Nevar” em português, é mais suave e interessante do que o habitual. Claro, ele é clichê, mas o carisma do elenco adolescente consegue cumprir a missão e entrega uma produção divertida e romances que saem da “friend zone” – zona do amigo, na tradução. Ou seja, nada de príncipes e princesas, trenós e papai Noel.


Let It Snow não convence a crítica, mas entrega romance cativante. (Foto: Reprodução/Netflix/Tudo Que Motiva)


Contudo, a crítica não foi amigável e nem o público, talvez a produção da Netflix entre agora na “zona do esquecimento” já que levou apenas 2.99 estrelinhas no Rotten Tomatoes pelos telespectadores.

E aí alguma aposta para as indicações ao Emmy?

Por: Saiane Castro

(Foto Destaque: Defending Jacob pode ser indicada para concorrer ao Emmy 2020. Reprodução/Netflix/Caixa de Séries)

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário