Assessoria de Gugu divulgou carta oficial alfinetando Rose Miriam, que vai recorrer à Justiça para ser reconhecida como herdeira.

Rose Miriam surpreendeu a todos ao afirmar que planeja recorrer a justiça para ser reconhecida como uma das herdeiras de Gugu Liberato.



Leia Mais: Gugu Liberato morre aos 60 anos

Rose, entretanto, não foi casada com Gugu, mas dividia com ele a função de criar os dois filhos do casal.

Gugu morreu no dia 22 de novembro logo após sofrer uma queda em sua casa, localizada em Orlando, no Estados Unidos.

Gugu e filhos. (Foto: Reprodução/Instagram)


Familia de Gugu faz pronunciamento

Então a mãe o os irmãos afirmaram que a viúva abandonou os filhos do casal nos Estados Unidos e veio ao Brasil.

“Nenhum familiar de Gugu sabia que Rose Miriam estava no Brasil. Para todos, ela estava em casa, ao lado dos filhos, oferecendo todo apoio necessário. O que causa extremo espanto à mãe e irmãos de Gugu, e é considerado o problema maior e inadmissível, é o fato dos três filhos terem ficado nos EUA sem a mãe ou qualquer parente, principalmente num momento como este quando, segundo a própria Rose Miriam declarou ‘as crianças estão muito abaladas porque eles viram o pai morrendo no chão. Foi trágico’”, diz o texto.

Logo após, os familiares disseram que os filhos não sabiam do destino da mãe.

“Ainda mais sério e triste é o fato dos filhos de Gugu, João Augusto, Marina e Sofia também desconhecerem o paradeiro da mãe. Rose Miriam saiu de casa na segunda-feira (16/12/2019) sem comunicar a ninguém sobre sua viagem, deixando apenas uma mensagem de WhatsApp, informando a um funcionário que iria para um retiro e retornaria na quarta-feira (18/12/2019). Até a presente data ela não voltou para casa”, informa o comunicado.

Por fim, o comunicado informa que a prioridade no momento são os filhos do apresentador.

“Nossa prioridade é o bem-estar e segurança dos filho. Neste momento de extrema dor isso é absurdo. Qualquer informação sobre a herança dos filhos, deveria ser discutida somente com eles. Trata-se de um assunto familiar e existe sigilo judicial visando a proteção dos menores. Não temos nada mais a declarar”.

Por Julia Moura.

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário