Felipe Neto pretende tomar medidas judiciais sobre o caso

O youtuber Felipe Neto (32), foi vítima de um golpe envolvendo seu nome no auxílio emergencial, valor disponibilizado pela Caixa a fim de ajudar as pessoas afetadas financeiramente pela pandemia. O nome de Felipe foi cadastrado como beneficiário do banco, mas, sem dúvida, ele não está dentro dos requisitos exigidos pela agência bancária para receber o dinheiro. Por isso, nesta sexta-feira (31), o youtuber devolveu R$ 1.200 para o Ministério da Cidadania, valor que corresponde a duas parcelas do auxílio.



Posteriormente, Felipe Neto entrou em contato com sua equipe jurídica com o intuito de descobrir quem cometeu o ato. Além disso, o influenciador quer que o envolvido responda na justiça pela ação criminal. Em seguida, sua assessoria emitiu uma nota com a finalidade de explicar a situação e informar quais medidas serão tomadas.


Inegavelmente, Felipe Neto tem sido vítima de ataques. (Foto: Reprodução/TecMundo)


“A assessoria de Felipe Neto esclarece que, por óbvio, o pedido de inclusão de tal benefício não foi feito pelo próprio ou por qualquer pessoa por ele autorizada, mas sim por um terceiro. Ainda não há conhecimento se a intenção era realizar algum tipo de fraude ou apenas mais uma tentativa de jogá-lo contra a opinião pública”, inicia a nota.

Leia mais: Xuxa é atacada por Antônia Fontenelle após apoiar Felipe Neto

Por fim, o documento diz quais os próximos passos que serão tomados. “Porém, uma vez ciente do ocorrido, a equipe jurídica de Felipe Neto adotará todas as medidas necessárias e cabíveis para cancelar o cadastro e, caso tenha havido algum repasse, devolver imediatamente a quantia. Além disso, os advogados providenciarão, junto ao administrador do sistema, a identificação do responsável para que o mesmo responda judicialmente”.

Celebridades como Anitta e Widersson Nunes também foram vítimas do crime

Decerto, as celebridades irão tomar medidas legais. (Fotos: Reprodução/Beatriz Damy/Facebook)


Além de Felipe Neto, outros famosos tiveram seus nomes envolvidos no golpe que usa os dados das celebridades a fim de solicitar o Auxílio Emergencial. Algumas das celebridades encontradas no Portal da Transparência foram, a cantora Anitta, o youtuber Júlio Cocielo, a ex-BBB Gleici Damasceno, a dupla Pepê e Neném e o youtuber Whindersson Nunes.

Logo que procurada pela Revista Quem, a assessoria de Anitta explicou que, “uma solicitação na ouvidoria da Caixa Econômica Federal já foi realizada para cancelar o cadastro, feito de forma fraudulenta em nome da cantora, porém utilizando uma conta bancária do fraudador. Anitta repudia qualquer tipo de fraude e deseja que os órgãos competentes descubram e punam quem esteja por trás desses atos criminosos”.

Além disso, a assessoria de Whidersson Nunes também se explicou quando buscado pela Revista Quem. “Recentemente os dados pessoais do Whindersson foram vazados nas redes sociais. Sendo assim, qualquer um pode utilizar seus dados para cometer fraudes. Se o dinheiro cair na conta de Whindersson, ele será devolvido. Se não for possível devolver, ele vai doar para alguém que precise”.

Ademais, a vencedora do “BBB18”, Gleici Damasceno, também se pronunciou sobre ter caído no golpe. “Nunca solicitei o auxílio. Que loucura! Vou conversar com meu advogado para saber quais medidas adotar”. Outra ex-participante do reality que teve seu nome envolvido foi Amanda Djehdian. “Não estou ciente (que seu nome foi usado em um golpe) e nem sou perfil para receber. Vou acionar minha equipe jurídica”.

De maneira idêntica, o atleta e ex-BBB, Pétrix Barbosa, justificou que não pediu o Auxílio Emergencial. “Usaram meu nome! Inclusive, mês passado usaram meus documentos para fazer planos na Nextel. Nunca pedi nenhum auxílio emergencial”.

Por certo, a atriz e apresentadora Gyzelle Soares também teve seu nome envolvido no golpe. “A mesma já entrou em contato com seus advogados para saber como deve proceder no sentido de impedir que recebam mais parcelas de forma indevida e apurar as devidas responsabilidades”, informou sua assessoria.

Por: Adelmo Júnior

(Foto destaque: Felipe Neto. Reprodução/Influu)

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário