Em sua conta no Twitter, o ator criticou o posicionamento da colega de profissão. “Não é admissível um colega de tantos anos não respeitar isso”.

Depois que a atriz Regina Duarte visitou o candidato à presidência Jair Bolsonaro e postou uma foto ao lado dele nas redes sociais, o ator José de Abreu criticou o posicionamento da colega de profissão, neste sábado (13), através do Twitter.



Saiba Mais: Jantar beneficente faz homenagem a Regina e Gabriela Duarte

Jair Bolsonaro e Regina Duarte (Foto: Reprodução/Instagram)


Na rede social, o ator escreveu: “Nossos colegas, Regina Duarte, sejam artistas, técnicos, gays, lésbicas ou heteros, estamos apavorados com o advento do fascismo. Ninguém mais trabalha sossegado com essa ameaça de trevas sobre nossas almas sensíveis. Não é admissível um colega de tantos anos não respeitar isso”.


E essa não foi a única vez que os dois discordaram nas redes sociais. Em outro post que a atriz fez no Instagram, onde criticou o governo do PT a respeito de “bolsa presidiário”, o ator respondeu, com um tweet, que Regina estava “meio esquecida”, já que o Auxílio Reclusão está previsto em uma lei de 1991, antes do PT assumir a presidência. Além de mencionar que a atriz utiliza ponto eletrônico por não conseguir memorizar textos.


“Bolsa-presidiário existe desde 1991. Sei que você é meio esquecida, não consegue decorar texto há muitos anos (inaugurou o uso de ponto eletrônico para atores na Globo), mas ‘dar um Google’ evitaria de você passar fake news do fascista que você apoia.”, respondeu o ator.


Quem também aproveitou a publicação para rebater a postagem de Regina Duarte foi a atriz Patrícia Pillar, que mencionou a “apologia a violência” que o candidato Jair Bolsonaro prega em seus discursos e que as consequências desta postura já podem ser sentidas hoje nas ruas.

Saiba Mais: Marcelo Adnet vai a polícia após sofrer ameaças de seguidores do Bolsonaro

(Foto: Reprodução/Instagram)


Saiba Mais: Bruna Marquezine se manifesta contra Bolsonaro

Já o ator e humorista Gregório Duvivier também aproveitou o momento e fez questão de publicar uma foto antiga de Regina Duarte ao lado de Fidel Castro, com a seguinte legenda: Hoje Regina Duarte posa com Bolsonaro. Antes era com Fidel. Não tem nada a ver com direita e esquerda. Tem a ver com tesão por qualquer governo autoritário que viole direitos humanos. Assim como Bolsonaro tinha tesão pelo Chávez. Onde há democracia, são contra. Bando de namoradinhos da ditadura”.

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário