Lista da Lorena dessa semana elenca as animações que ganharam as telonas

Na Lista da Lorena dessa semana decidimos trazer um pouco de desenho e de animação. A cada ano as animações infantis tem conquistado um público que vai além da faixa etária. Histórias que educam, que fazem rir, mas também que emocionam e que dão lições de vida surpreendentes. Portanto, as animações irão tomar conta de nossa lista desta semana. A Lista da Lorena apresenta as 5 grandes produções do cinema que fizeram a alegria da criançada e conquistaram os corações dos adultos. Confira:



Leia mais: Lista da Lorena traz 5 séries para maratonar em um dia

1.Toy Story: um mundo de aventuras (1995)

Toy Story abre a Lista da semana. Folder promocional do quarto filme. (Foto: Reprodução/Pixar Animation Studio)


Decerto, a animação da Pixar com a Disney alavancou, de certa forma que as animações começaram a conquistar público considerável nos cinemas. Não obstante, não se trata apenas de entreter as crianças, mas sobretudo, de reunir a família toda. No topo da Lista da Lorena trazemos as aventuras do cowboy Wood, que levou até mesmo, os adultos para o cinema.

Ademais, a sinopse indica o aniversário de Andy. Com tal data, o nervosismo dos brinquedos fica mais acentuado. Afinal de contas, eles temem que um novo brinquedo possa substituí-los. Liderados por Woody, um caubói que é também o brinquedo predileto de Andy, eles montam uma escuta que lhes permite saber dos presentes ganhos. Entre eles está Buzz Lightyear, o boneco de um patrulheiro espacial, que logo passa a receber mais atenção do garoto. Isto aos poucos gera ciúmes em Woody, que tenta fazer com que ele caia atrás da cama. Só que o plano dá errado e Buzz cai pela janela. É o início da aventura de Woody, que precisa resgatar Buzz também para limpar sua barra com os outros brinquedos.

Assim, a animação Toy Story ganha uma franquia bela. Cheia de aventuras e muitas emoções.

 

2. Como treinar o seu dragão (2010)

Imagem promocional do terceiro filme da saga viking da animação de “Como treinar o seu dragão”. (Foto: Reprodução/Paramount Pictures)


Além disso, e quando o mundo viking invade sua animação? É esse universo que encontramos na saga de Como treinar o seu dragão. Protagonizada por Soluço, um adolescente viking da ilha de Berk, onde lutar contra dragões é um meio de vida. Todavia, suas opiniões avançadas e um senso de humor estranho o tornam um desajustado, apesar de seu pai ser o chefe do clã. Jogado em uma escola de combate a dragões, ele quer provar que é um verdadeiro viking, mas ao fazer amizade com um dragão machucado, tem a chance de mudar o futuro de seu povo.

Conforme a sinopse, os vikings dedicam a vida a combater e matar dragões. Soluço (Jay Baruchel), filho do chefe Stoico (Gerard Butler), não é diferente. Ele sonha em matar um dragão e provar seu valor ao pai, apesar da descrença geral. Um dia, por acaso, ele acerta um dragão que jamais foi visto, chamado Fúria da Noite. Ao procurá-lo, no dia seguinte, Soluço não consegue matá-lo e acaba soltando-o.

Logo após, percebe-se que Fúria da Noite perdeu parte da cauda e, com isso, não consegue mais voar. Soluço passa a trabalhar em um artefato que possa substituir a parte perdida e, aos poucos, se aproxima do dragão. Só que, paralelamente, Stoico autoriza que o filho participe do treino para dragões, cuja prova final é justamente matar um dos animais.

 

3. WiFi Ralph Quebrando a Internet (2018)

“Wi-Fi Ralph Quebrando a Internet”. (Foto: Reprodução/Disney Pictures)


A saber, a animação é a sequência de Detona Ralph. Os estúdios Disney encabeçaram uma sequência que superou o primeiro longa. No filme de 2018 a reunião de todas as princesas num único plano-sequência fez todo o público elogiar a produção.

No entanto, a sequência consegue ser independente do primeiro longa. Decerto, com a chegada da Internet torna-se a óbvia porta de entrada para aventuras, e não demora para a dupla de amigos se embrenhar pelo mundo da conectividade. WiFi Ralph – Quebrando a Internet não tem dificuldade em criar reviravoltas para seus personagens, embora elas soem fáceis ou bruscas pelo uso de recursos externos, pouco justificáveis pela própria trama. Por fim, a separação entre Ralph e Vanellope no universo da Internet é o melhor exemplo dos conflitos criados apenas para permitir uma continuação da história.

Portanto, em WiFi Ralph, o mais famoso vilão dos videogames, Ralph, e Vanellope, sua companheira atrapalhada, iniciam mais uma arriscada aventura. Após a gloriosa vitória no Fliperama Litwak, a dupla viaja para a world wide web, no universo expansivo e desconhecido da internet. Dessa vez, a missão é achar uma peça reserva para salvar o videogame Corrida Doce, de Vanellope. Para isso, eles contam com a ajuda dos “cidadãos da Internet” e de Yess, a alma por trás do “Buzzztube”, um famoso website que dita tendências.

 

4. Homem-Aranha no Aranhaverso (2019)

“Homem-Aranha no Aranhaverso” compõe a Lista da Lorena por ser premiado ao Oscar de Melhor Animação. (Foto: Reprodução/Marvel Comics/Sony Pictures)


Antes de mais nada, não poderíamos concluir essa Lista, sem antes, não trazer para ela a animação digna de oscar. Homem-Aranha no Aranhaverso conquistou o oscar na categoria de Melhor Animação em 2019. Após a Marvel solidificar seu universo cinematográfico ao apresentar, por décadas, seus heróis mais famosos dos quadrinhos, chegamos um novo momento: o de renovação.

Todavia, há alguns anos, a chance de apresentar um Homem-Aranha que não fosse Peter Parker parecia mais do que impossível. Surreal, para falar com mais exatidão. Contudo, com os acontecimentos traçados em Vingadores: Guerra Infinita vimos que até nossos heróis podem sangrar e, surpreendemente, morrer.

Assim, aproveitando a deixa inserida por Thanos, a Sony coloca um novo Homem-Aranha nos holofotes: o jovem Miles Morales. As diversas realidades trabalhadas nos quadrinhos (que podem confundir aqueles que não leem avidamente cada edição) são postas com naturalidade em Homem-Aranha no Aranhaverso.

 

 

5. Dois Irmãos, uma jornada fantástica (2020) encerra a Lista

“Dois Irmãos, uma jornada fantástica”. Pôster promocional. (Foto: Reprodução/Disney Pictures)


No enredo de Dois Irmãos: Uma Jornada Fantástica, em um local onde as coisas fantásticas parecem ficar cada vez mais distantes de tudo. Dois irmãos elfos adolescentes embarcam em uma extraordinária jornada para tentar redescobrir a magia do mundo ao seu redor. Além de bem interligada com assuntos secundários, mas que também importam no conjunto completo, o universo de Dois Irmãos é cativante. Inclusive, a escolha criativa de falar sobre jogos de magia, seja em tabuleiros ou em cartas, traz um misto de nostalgia com uma sensação de que este ainda era um território inexplorado até então.

De fato, nunca uma animação do estúdio abordou este tipo de entretenimento. Ainda mais tendo a façanha de incluir pontos estritamente familiares em momentos-chave. A balança entre a comédia e o drama é bem equilibrada, o que inclui dar mais espaço para a atmosfera agradável durante a missão dos irmãos do que para o real motivo para ambos estarem naquela jornada.

Por fim, recentemente o longa da Pixar foi inserida no catálogo de streaming do Amazon Prime Vídeo. A estreia do filme sofreu as consequências da pandemia da Covid-19. Portanto, o longa foi direto para as plataformas digitais.

 

Para a Lista da Lorena a vida sempre é uma festa

Enquanto a pandemia não nos deixa ir até o cinema, a Lista da Lorena faz o cinema ir até você. Assim, com pipoca, suco e guaraná, somada à diversão, vamos nos divertir. Rir e se emocionar com as animações que marcam nossa história e transmitem conhecimentos a todos nós.

Por fim, para distrair a criançada, 24 horas por dia, dentro de casa, nada melhor que essas dicas. Joguem as almofadas para o chão e divirtam-se.

 

 

Por: Dione Afonso

(Foto destaque: “Como treinar o seu dragão” é uma animação norteamericana ambientada em estilo viking. Reprodução/Dream Works Animation/Paramount Pictures)

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário