‘Ambiente tóxico’ para filho, diz amiga

 

Meghan Markle, contou à amigos íntimos que não se sentia à vontade na família real e via uma vida mais independente com o marido, Príncipe Harry, como uma “questão de vida ou morte”.



Sentiu que “não poderia ser a melhor mãe possível para Archie se não estivesse sendo verdadeira e autêntica”.

Markle notou também que era um ambiente tóxico para ele’, disse uma fonte próxima à duquesa.

Leia Mais: Meghan Markle foi proibida de participar de reunião de crise com a Rainha

Meghan Markle não quis que o filho crescesse na família real. ‘Alma esmagada’, revela amiga. (Foto: Getty Images)

 

A princípio, a maternidade foi um fator fundamental para a duquesa optar por uma vida mais independente da família real.

Segundo uma amiga da americana, revelou ao jornal Daily Mail que “ela disse que sua alma estava sendo esmagada e que a decisão de sair era uma questão de vida ou morte, (permanecer) significaria a morte de seu espírito”.

Da mesma forma, referiu-se também sobre a mudança que já recebeu aprovação oficial da Rainha Elizabeth II.

‘Havia muita tensão e frustrações reprimidas’

Assim, a mãe de Archie, de 8 meses, explicou aos mais próximos que não ficava à vontade na realeza britânica.

Também sentiu que “não poderia ser a melhor mãe possível para Archie se não estivesse sendo verdadeira e autêntica”.

Em suma, Meghan sentiu que era um “ambiente tóxico” para ele, porque havia “muita tensão e frustrações reprimidas”.

Ou seja, a Duquesa se comparou à Princesa Diana, por conta do assédio da imprensa local.

Leia Também: Meghan Markle e Harry renunciam de privilégios reais por independência. Entenda!

Mãe de duquesa apoiou a decisão e diz estar ‘aliviada’

Inesperadamente, segundo a imprensa internacional é a posição de Doria Regland, mãe da duquesa, com a maior independência.

“(Ela) estava realmente preocupada com Meghan… e está aliviada por sua filha não estar mais colocando sua mente em risco. Saúde e bem-estar em primeiro lugar”, disse uma pessoa próxima à americana, visitada pelo casal de duques nas festas de fim de ano.

Givenchy negocia contrato milionário com Meghan. Confira os detalhes!

Considerada referência no mundo fashion, a Duquesa já está avaliando propostas de trabalho junto com seus representantes.

Isto é, uma das ideias mais avançadas, e com a grife francesa Givenchy.

A afinidade da mulher de Harry com a marca é de longa data – seu vestido de casamento foi assinado por Clare Waight Keller, diretora artística da Maison.

Do mesmo modo, a americana já usou dezenas de outros looks de lá.

“Meghan é muito conectada com a indústria da moda e há diversas marcas de renome que gostariam de estabelecer uma parceria em seus projetos. As discussões com a Givenchy estão mais ativas e podem trazer milhões de libras”, segundo fontes do jornal “The Sun”.

Por outro lado, entre os produtos que podem ser assinados pela duquesa juntamente com o marido, Harry, estão roupas, itens de beleza e acessórios.

Dedicada ao lado social, a mulher de Harry também teria planos de reverter parte da renda à instituições beneficentes:

“Tenho certeza que ela vai associar algumas dessas iniciativas à fundação deles”.

 

Por Lívia Cout

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário