Mulher Maravilha é classificado como PG-13, por conter cenas de violência

Apesar de ter sido adiado por conta da pandemia, Mulher Maravilha 1984 continua atualizando informações. Depois de liberar cenas inéditas do longa e também da Mulher Leopardo, agora recebe classificação indicativa oficial.



Ademais, previsto inicialmente para junho de 2020, o longa teve sua estreia adiada. Sem data prevista, ainda enfrentou rumores de ser lançado direto nas plataformas de streaming. Tal rumor não foi confirmado e o filme foi adiado para o mês de agosto de 2020.

Leia mais: O Batman de Robert Pattinson tem estreia adiada para outubro de 2021

O longa foi classificado por cenas de “ação e violência”

Mulher Maravilha (Gal Gadot) (Foto: Reprodução/DC Universe/Warner Bros)


Embora o próximo projeto da DC Universe conte com atrasos no lançamento, foi divulgada a sua classificação. A próxima aventura de Wonder Woman não terá classificação R – maiores de 18 anos.

Todavia, Mulher Maravilha 1984 conta com adiamento de junho a agosto. Como esperado, o longa foi classificado como PG-13 antes de seu lançamento nos cinemas em agosto deste ano. Tal classificação é devido a sequências de “ação e violência”, segundo o CBM.

Por fim, a indicação não menciona conteúdo sexual. Então, achamos que as coisas não ficam muito quentes entre Diana Prince (Gal Gadot) e Steve Trevor (Chris Pine) quando eles se reencontram em 1984.

 

Adiamento da sequência

Mulher Maravilha veste armadura dourada em nova imagem promocional. (Foto: Reprodução/ Warner Bros)


A Warner Bros. recentemente tomou a decisão de mudar a sequência da Mulher Maravilha de junho para agosto. Contudo, há preocupações de que os cinemas não estejam abertos até então, já que a pandemia da COVID-19 continua causando caos em todo o mundo. Se for esse o caso, não sabemos o que a Warner Bros fará. Entretanto, eles já descartaram um lançamento em plataformas digitais.

Com o lançamento da HBO Max em breve, estrear Wonder Woman 1984 mais cedo ou mais tarde nesse serviço de streaming pode ser uma decisão comercial inteligente da parte do estúdio. Nas redes sociais, a diretora Patty Jenkins divulgou uma nova arte e reforçou a ideia de que seu filme foi feito para ser visto no cinema.


Alguns estúdios têm estreado projetos de longa-metragem em suas plataformas. Ao contrário desse cenário, parece que Mulher-Maravilha 1984 não irá chegar tão cedo às plataformas de streaming. O apelo da diretora, no entanto, faz sentido: “a experiência no cinema é diferente daquela que temos em casa. Vamos torcer para que em agosto já possamos voltar a ver os filmes nas grandes telas”.

 

Cenas revelam mais sobre a Mulher Leopardo

Mulher Leopardo (Kristen Wiig). (Foto: Reprodução/Empire Magazine)


O filme promete trazer dois novos personagens, os vilões Maxwell Lord (Pedro Pascal) e a Mulher-Leopardo (Kristen Wiig). Junto da Mulher-Maravilha, os dois são destaques de novas imagens do filme.

Enquanto o longa não chega nos cinemas, o projeto continua atualizando os fãs com novas imagens reveladores. Depois de uma imagem que mostrava a Mulher-Maravilha lutando contra a Mulher-Leopardo, novas imagens da revista Empire foram divulgadas. Nelas, podemos ver Diana correndo em direção ao perigo, a Mulher-Leopardo em sua forma humana andando pela rua e o vilão Maxwell Lord preso pelo laço da verdade da heroína.

Assim como nos quadrinhos, a verdadeira identidade da inimiga é Barbara Ann Minerva, uma arqueóloga que ganha o poder de se transformar em um híbrido de humano e leopardo após um acontecimento sobrenatural.

Por fim, Jenkins afirma que a relação entre vilã e heroína se desenvolve com um “mal entendido em sua raíz” e descreve o confronto físico entre as duas como “original, refrescante, poderoso e ainda gracioso e sexy”.

 

O retorno de Steve Trevor

Mulher Maravilha/Diana (Gal Gadot) e Steve Trevor (Chris Pine). (Foto: Reprodução/Empire Magazine)


De acordo com Gal Gadot pela Empire Magazine, “o primeiro filme chegou à maioridade, foi Diana se tornando a Mulher Maravilha”. “Ela era muito ingênua e não entendia as complexidades da vida. Um peixe fora d’água. Neste filme, esse não é o caso. Diana evoluiu. Ela é muito mais madura e muito sábia. No entanto, ela é muito solitária. Ela perdeu todos os membros de sua equipe e está protegida. E então algo louco acontece”.

Decerto, esse “momento louco” ao qual a atriz está se referindo é a ressurreição chocante de Steve Trevor. Gadot estava feliz por tê-lo de volta, dado o papel principal que desempenhou no primeiro Mulher Maravilha.

De acordo com Gadot, Chris era parte integrante do filme e de seu sucesso. “E porque ele e eu e Patty gostamos muito de trabalhar juntos, todos queríamos tê-lo de volta. E Patty e o co-escritor Geoff Johns encontraram a melhor maneira que serve à narrativa para trazer Steve de volta”.

 

Por: Dione Afonso

Imagem destaque: Mulher Maravilha 1984. Poster Oficial com nova data de estreia. (Reprodução/DC Universe/Warner Bros)

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário