Modelo acusou o atacante Neymar de ter estuprado ela durante viagem a Paris

Nesta terça-feira (10), a Polícia Civil de São Paulo indiciou a modelo Najila Trindade por fraude processual, denúncia caluniosa e tentativa de extorsão. Após um encontro bancado por Neymar em um hotel de Paris, a modelo acusou o atacante do PSG de estupro.O processo movido contra o jogador foi arquivado por não haver provas suficientes para declarar ele culpado. Além disso, a polícia denunciou Estivens Alves por fraude processual e divulgação de conteúdo erótico. De acordo com a Secretária de Segurança Pública, o ex-marido da modelo teria vazado imagens íntimas de Najila para um repórter em troca de publicações na web.



Najila e ex durante clipe em 2017

O pai de Neymar Jr havia denunciado Najila por calúnia e tentativa de extorsão ao atacante. O processo contra a modelo é resultado de um caso encerrado junto á 6ª Delegacia de Defesa da Mulher. Além da denúncia contra o jogador, ela também denunciou seu ex-marido por divulgação de conteúdo erótico. Ambos os processos seguem em segredo de Justiça e encaminhados ao Ministério Público.

As defesas de Najila e Estivens aguardam o acesso aos inquéritos para se manifestarem sobre o caso. O advogado da modelo, Cosme Araújo Santos, afirma que sua cliente sempre esteve á disposição da Justiça para apurar os fatos junto ao ex-marido e avisará quando receber detalhes sobre a denúncia.

Neymar Jr foi declarado inocente no final de julho, mais de dois meses após o encontro com Najila em Paris. O jogador se manifestou como inocente em seu perfil no Instagram, no dia seguinte ao boletim de ocorrência feito pela modelo em São Paulo.

A acusação contra o jogador abalou a preparação da seleção brasileira para a Copa América, que Neymar não jogou por causa de uma lesão. Além disso atrapalhou a imagem do atacante, uma campanha publicitária com o jogador foi cancelada pela Mastercard.

Relembre o caso: https://lorenabueri.r7.com/foi-uma-armadilha-e-acabei-caindo-neymar-se-defende-da-acusao/

Por Jordana Gusso

 

 

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário