Descubra os efeitos da umectação capilar no seu cabelo e como fazê-la

Sentindo seu cabelo ressecado? Já fez hidratação e o cabelo permaneceu da mesma forma? A umectação capilar pode ser a solução. As vezes dependendo da situação em que se encontra os fios, uma simples hidratação realmente não resolve o problema. Sendo necessário procedimentos mais intensos. Dessa forma, a técnica feita para ajudar na restauração de cabelos danificados, é uma boa opção para adicionar da rotina de cuidados capilares.



Leia mais: Como fazer um cronograma capilar?

umectação dos fios

Os benefícios da umectação para o cabelos. (Foto: Reprodução/Site Tudo Ela)


O método consiste um usar óleos para umedecer os  fios, dai vem o nome “umectação”. A partir de óleos vegetais, nutre-se os fios, a fim de repor a oleosidade necessária e recuperar madeixas danificadas por inúmeros motivos, entre eles as químicas. Ou seja, o procedimento, serve para todos os tipos de cabelo em especial  as crespas, cacheadas e meninas em transição, desde que seu cabelo necessite desse cuidado.

Como é feita a umectação?

O procedimento pode ser feito com diversos óleos, uma vez que cada um traz um benefício diferente. Por isso é importante que cada um escolha o que mais se adéqua à sua necessidade. A única exigência é que seja vegetal, 100% puro. É preciso que aplique o produto em todo o cabelo, desde a raiz até às pontas, separando por mechas. Logo após, é preciso massagear o couro cabeludo para ativar a circulação sanguínea. Pode ser feito tanto de dia (deixando agir por 30 minutos), como a noite e nesse caso, dormir com ele no cabelo.

Usando óleos para nutrir os fios. (Foto: Reprodução/YouTube)


É bom ressaltar que para fazer a umectação não é necessário lavar o cabelo. O cabelo limpo dificulta que o material penetre nos fios, impedindo que os nutrientes cheguem. Depois que fizer o procedimento é preciso lavar, para não deixar com o aspecto oleoso e pesado. Finalize com shampoo e condicionador.

Quais os benefícios?

– Redução da quebra; – Diminuição do frizz; – Combate ao ressecamento e a porosidade; – Fortalecimento da fibra capilar; – Toque mais suave; – Aumento do brilho capilar; – Fios mais macios.

Quais óleos usar?

Óleos para usar na umectação. (Foto: Reprodução/El Tiempo)


Como já dissemos, existem muitos que se podem usar, desde que sejam 100% naturais. Aqui vai uma dica de alguns:

Óleo de rícino: Ele hidrata e recupera cabelos danificados e com queda. Sobretudo é um excelente auxiliar no combate a caspa e a oleosidade. Contém ainda vitamina E, ácidos graxos, ômega 6 e ômega 9.

Óleo de coco: Protege os fios, retém sua umidade natural e ajuda no fortalecimento e crescimento dos cabelos.

Óleo de argan: Deixa os cabelos mais suaves, sedosos e brilhantes. Ele ajuda a tratar pontas duplas e modelar cabelos crespos.

Óleo de abacate: Ele hidrata e recupera cabelos danificados e com queda. Sobretudo é um excelente auxiliar no combate a caspa e a oleosidade. Contém ainda vitamina E, ácidos graxos, ômega 6 e ômega 9.

Azeite de oliva: O óleo de oliva traz lipídios, vitaminas A, D e E e aminoácidos que retêm a umidade dos fios, dá brilho, ajuda a combater o frizz, a caspa e as pontas duplas, reduz a queda, hidrata, e cuida também dos fios quimicamente tratados.

Em conclusão, esse é um produto muito acessível que traz, inúmeros benefícios. Caso você assim deseje iniciar uma rotina de cuidados e precise de mais informações, no site da Salon Line você encontrará uma guia completo. Além de tutoriais, e muito mais.

Por: Gabriela Garcia

Imagem em destaque: (Reprodução/Divulgação Google Imagens )

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário