SBT decide não mudar a sua grade para cobrir velório e enterro de Gugu Liberato

A apresentadora Patrícia Abravanel, filha de Silvio Santos, respondeu às críticas que o SBT sofreu de usuários e jornalistas por conta cobertura discreta do velório e enterro do apresentador Gugu Liberato. As maiores emissoras da televisão brasileira mudaram a sua grade e fizeram questão de dar foco.




Durante o velório de Gugu, realizado entre quinta (28) e sexta-feira (29) na Assembleia Legislativa de São Paulo, a grade do canal de Sílvio não sofreu alteração em nenhum momento e foi pedido que o programa de celebridades “Fofocalizando” não comentasse sobre o assunto.

A emissora mencionou o velório e o enterro no telejornal da manhã, “Primeiro Impacto”, que manteve a programação normal e sem fazer qualquer cobertura sobre o assunto. O silêncio só foi quebrado mesmo no jornal “SBT Brasil”, às 19h45.

Veja também: Gugu Liberato é enterrado hoje em São Paulo: família e fãs fazem homenagem

Dudu Camargo, apresentador do programa “Primeiro Impacto”, em entrevista ao “Tricotando”, tinha comentado que Silvio Santos vetou que a emissora mexesse na grade para exibir mais informações. Segundo ele, já estava tudo preparado para fazer a cobertura com as câmeras e tinha um helicóptero que ia acompanhar a chegada do corpo em Viracopos. Mas tudo isso não foi autorizado por Silvio.

Reprodução: Eliane Neves/ Foto arena/ Estadão


Como foi bem lembrado pelo colunista Mauricio Stycer, em 2012, o SBT fez uma cobertura extensa do velório de Hebe Camargo, e dois anos depois, a emissora bateu recordes de audiência com a cobertura do velório de Roberto Bolaños, o criador e intérprete de Chaves.

Além de tudo, Silvio Santos não apareceu na cerimônia e mandou apenas uma coroa de flores como homenagem.

Mas o que chamou mais atenção foi a nota dada pela colunista do jornal O Globo, Patricia Kogut. Ela usou seu perfil no Instagram para criticar a cobertura feita pela emissora:

Depois da nota dada por Kogut, Patrícia Abravanel resolveu comentar e rebater as críticas feitas à emissora.

“O Domingo Legal foi todo em homenagem ao Gugu. Nosso jornalismo, nossos breaks, compramos página no jornal para homenagear. Uma pena estarem nos avaliando dessa forma. Gugu sempre foi muito amado por todos nós da família. Ele fez parte da nossa história e enquanto esteve conosco era o braço direito do meu Pai. Fizemos de tudo para ele ficar, mas a oferta da outra emissora era praticamente impossível de recusar e sempre entendemos isso. Nossa postura foi homenagear na medida certa, não visando ganhar audiência em cima de uma tragédia. Não mostrar o velório foi uma determinação do meu pai, que achava que seria uma proteção para família do Gugu. Com 89 anos essa foi a forma dele de honrar a família com muito respeito”, escreveu Patrícia.

Leia também: Veja como foi o velório do apresentador Gugu Liberato

Deve-se lembrar que as relações de Gugu com o SBT ficaram estremecidas em junho de 2009, quando o apresentador decidiu romper com a emissora para assinar contrato com a Record. Esse acontecimento gerou inúmeros ressentimentos e desavenças entre as duas emissoras. Mas a relação entre os dois sempre foi muito respeitosa.

Por Mariana Bertocchi

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário