A relação, rock e testosterona se dão por meio de atitudes consideradas rebeldes

A testosterona é responsável por regular a fertilidade, a massa muscular, a distribuição de gordura e a produção de glóbulos vermelhos. Além disso, é o principal hormônio masculino. Por ser muito associado à virilidade e a formação de massa muscular, alguns homens são obcecados com os níveis desse hormônio.



Dessa forma, segundo estudo desenvolvido pelas universidades de Nagazaki (Japão) e Trento (Itália), aponta que o nível de testosterona do corpo humano está ligado às músicas favoritas de cada pessoa. Logo, a conclusão é válida somente para os homens. Assim, não houve conexão entre os hormônios e o gosto musical das mulheres envolvidas na pesquisa.

O estudo analisou 37 homens e 39 mulheres. Em seguida, tiveram que sentar em frente a um computador, cujos fones de ouvido reproduziam trechos de músicas. Depois que algumas músicas eram tocadas, os candidatos precisavam responder se gostaram ou não. Posteriormente, eles cuspiam em um pote, que era usado para medir os níveis de testosterona. Dessa forma, o processo foi repetido 25 vezes com cada um dos voluntários.

O resultado indicou que os homens com maior nível de testosterona tinham mais chances de gostar de músicas de rock. Além disso, esses mesmos fãs do estilo não gostam tanto assim de música clássica e jazz.

Os estudiosos afirmam que a relação, rock e testosterona se dão por meio de atitudes consideradas rebeldes. Apesar disso, é reconhecido que a amostra de participantes (todos japoneses, de educação semelhante) não ajudou tanto no diagnóstico.

A conclusão não é válida para o sexo feminino porque não foi feito um controle do ciclo menstrual das voluntárias. Graças a ele, ao longo do mês, as mulheres têm níveis distintos de testosterona.

Leia mais: Coronavírus: assuntos destaques da semana


Gosto musical pode influenciar nos níveis de testosterona (Foto:Reprodução/ Igor Miranda)


Saiba mais outras formas de elevá-la

  • Ingerir alimentos ricos em zinco como ostras, fígado, feijão e castanha, por exemplo.
  • Ingerir alimentos ricos em vitamina D como salmão, sardinhas ou ovo. Além disso, também é importante se expor ao sol diariamente.
  • Comer alimentos ricos em vitamina A como manga, espinafres, tomate ou óleo de peixe.
  • Praticar atividade física os exercícios de musculação realizados na academia com pesos estimulam a produção de testosterona.
  • Ter uma boa noite de sono uma boa noite de sono, aumenta a produção de testosterona e diminui os níveis de cortisol.
  • Usar suplementos  além disso, o uso de suplementos deve ser recomendado pelo médico.

Por: Jesus Henrique

(Foto Destaque: A testosterona também é essencial para a saúde da mente. Reprodução/Visão Sapo)

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário