Pessoas com deficiência tem 3 vezes mais riscos de ser alvo do vírus

Em abril, o Conselho Nacional de Saúde divulgou medidas de recomendação órgãos federais, na garantia de proteção e direitos à portadores de necessidades especiais.



É muito importante destacar que pessoas que são desse grupo, como deficientes físicos, auditivos, visuais e portadores de deficiências intelectuais como Síndrome de Down têm mais chances de contrair o vírus da Covid-19.

Portadores de necessidades especiais e seus acompanhantes devem ter cuidado redobrado. (Foto: Reprodução/Acvida)


Leia mais: Coronavírus: Quais medidas preventivas devem ser adotadas por funcionários e empresas?

Risco para os portadores de deficiência visual

A médica e fisiatra Regina Fornari Chueiri diz que a chance de contágio é maior porque “A pessoa com deficiência visual acaba apalpando a parede, a mesa e outros locais para se locomover”

Ademais, é importante destacar que se eles não estiverem higienizados, o risco de pegar o vírus é maior.

Segundo o IBGE, no Brasil, existem mais de 12,7 milhões de portadores de necessidades especiais, o que corresponde à 6,7% da população. Além disso, uma parte desse grupo também está no grupo de risco da Covid-19”.

Riscos para os portadores de deficiência física e pessoas com Síndrome de Down

Nesse grupo, os deficientes físicos que utilizam cadeira de rodas  passam por dificuldades para se proteger, como a médica acrescenta: “ O cadeirante, muitas vezes, precisa da ajuda de um cuidador“.

Ademais, destaca ainda que as pessoas tetraplégicas não conseguem lavar as mãos sozinhas. Nesses casos, manter a distância de 1,5 metro é impraticável.

Por fim, também há riscos para as crianças com Síndrome de Down, que são mais vulneráveis ao vírus, como a médica explica: “Geralmente, elas têm cardiopatia congênita, o que deixa o diafragma mais mole e gera dificuldade para respirar, deficiência do sistema imunológico e macroglossia (crescimento anormal da língua). Então, ficam muito tempo com a língua exposta, o que causa ressecamento, e essa secura propicia a contaminação por vírus e bactérias”.

Por: Thuane Dantas

Imagem destaque: Representação simbólica dos Portadores de Necessidades Especiais. (Foto:Reprodução/Jornal O Victoriano)

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário