Em vídeo compartilhado nas suas redes sociais o rapper afirma que o meio gospel deveria debater mais questões polêmicas

Pregador Lou levanta voz contra racismo

Pregador Lou levanta voz contra racismo (Foto: Reprodução/Instagram)

O músico Pregador Luo usou suas redes sociais para repostar um vídeo, no qual jovens da denominação metodista lembram que a igreja fica em silêncio diante de casos de discriminação racial.



Portanto, desde a execução de George Floyd, o segurança negro, protestos contra o racismo tem acontecido no mundo todo, inclusive no Brasil.

Ademais, assim como a questão racial, o vídeo ainda lembra de tabus como aborto, violência contra a mulher, a tortura que também não ganham espaço de debate no meio gospel.


Vídeo publicado no Instagram do cantor Pregador Lou contra o racismo

Vídeo publicado no Instagram do cantor Pregador Luo contra o racismo.
(Foto: Reprodução/ Instagram)


Porque, desde o caso de João Pedro Motta, de 14 anos, o qual foi executado durante uma ação policial na favela do Salgueiro, onde morava com a família. O Pregador Luo tem se manisfestado constantemente contra o racismo.

Leia mais: Youtuber Felipe Neto cobrou posicionamento de Neymar acerca de casos de racismo

Então, depois de o assassinato do adolescente, família e amigos publicaram fotos do menino na congregação, na qual era membro.

Todavia, mesmo assim,  pastores e cantores que sempre se posicionam politicamente não levantaram sua voz por João Pedro.

No entanto, outras celebridades tem feito publicações em apoio ao movimento negro e a favor dos protestos que pedem justiça.

Meio Gospel

Mas, frequentemente envolvidos em polêmicas, os cantores Daniela Araujo e Jotta A publicaram em suas redes imagens de apoio as campanhas antiracista e antifascita.

Contudo, vai contra a maior parte dos influenciadores cristãos, os quais apoiam o atual governo. O astro, que fez sucesso ainda na infância postou uma foto do Pastor e doutor Martin Luther King Jr., que foi assassinado por levantar a voz contra o racismo, nos anos 60.

Por fim, o Pastor Samuel Cavalcante, marido da youtuber Fabíola Melo publicou em seu Instagram uma ilustração que representava George Floyd e João Pedro.

Em suma, o influenciador apontou que racismo é crime e pecado. E disse “lutar contra o racismo é muito maior do que qualquer causa política, é uma questão de humanidade…”, escreveu.

Por: Juliana Rangel

(Foto Destaque: Reprodução Instagram)

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário