Os duques não podem mais usar título da família real

Na quarta-feira (19) a Família Real divulgou que o casal Meghan e Harry não poderão usar mais o título de “casal real”, primordialmente os dois renunciaram o trono para terem uma vida mais profissional.  



Leia mais: Saiba mais sobre o motivo que fez com que Príncipe Harry e Meghan Markle se afastassem da realeza


Família Real (Foto: Reprodução/Internet)


No entanto, o Daily Mail diz que a decisão foi tomada em conjunto com a rainha e oficiais seniores da família real. O fato ocorreu por não ter mais sentido do mesmo. 

Entretanto, o casal investiu milhares de libras para fundar a marca “Sussex Royal”, não apenas para fins de publicidade, mas também como marca comercial global.

De tal forma isso inclui diversos itens, como vestuários, papelaria, livros e material didático, titulado como uma organização de caridade “Sussex Royal, The Foundation of the Duke and Duchess of Sussex”. 

Portanto todo esse processo, o duque e a duquesa não colocaram empecilho para aceitar tal questão. Conforme o site, a marca está sendo mudada para fazer ao que foi pedido, o procedimento poderá demorar um pouco em relação a burocracia. 

Família Real 

Após se afastarem do gabinete “Kensington Royal” do príncipe William e Kate Middleton, os duques de Sussex conseguiram estabelecer o mesmo valor de seguidores que os duques de Cambridge. 

A princípio, no dia 8 de janeiro deste ano, Harry e Meghan divulgaram a decisão de se afastarem da realeza para obter liberdade financeira depois do nascimento de seu filho, Archie. 

Além de que, também cederam aos seguintes títulos “sua alteza real” e irão devolver cerca de 13 milhões referentes ao que usaram na reforma da mansão que moravam. 

Regras exigidas fora da realeza 

Sendo assim, de acordo com o jornal britânico “The Mirror”, os duques terão que seguir regras impostas pela realeza, chamadas de “Os princípios de Nolan”.

Como resultado, as instruções foram feitas pela Comissão sobre Normas de Condutas para a Vida Pública (1994), pelo ex-primeiro ministro, John Major. 

Desse modo, as sete regras são: Altruísmo, integridade, objetividade, prestação de contas, abertura, honestidade e liderança. 

Por Clara Paixão

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário