Regina Duarte ainda não decidiu se aceita convite de Bolsonaro: “Vamos com tempo, casamento não sai hoje.

 

A atriz global recebeu, na sexta-feira, 17, um telefonema de Jair Bolsonaro. O Presidente, entretretanto, a convidou para assumir a Secretaria Especial de Cultura.



A pasta, que é vinculada ao Ministério do Turismo, era ocupada por Roberto Alvim que foi demitido após publicar um discurso semelhante ao de Ministro da Propaganda de Hitler.

Mas, apesar de ainda não ter decidido se aceitará o convite, Regina segue em um tour a fim de conhecer melhor o órgão.

Jair Bolsonaro, Regina Duarte e o Ministro Eduardo Ramos (Foto: Reprodução/Twitter)

Primeiramente, a atriz foi recebida por funcionários do Governo, no aeroporto de Brasília e chegou em um vôo comercial.

Em seguida, ela foi levada ao Palácio do Planalto. Lá almoçou com o Presidente e o restante da tarde, passou em reunião na pasta que cogita assumir.

Leia mais: “Deveria fazer igual o goleiro Bruno”, diz Carlinhos Mendigo

Ainda que hajam dúvidas sobre a decisão de Regina, o governo Bolsonaro tem custeado todas as despesas da atriz em Brasília. Passagens e hospedagens foram pagos com dinheiro público.

Antes de mais nada, Regina cogitou em seu Instagram, a blindagem de suas redes sociais para evitar ataques:

“Daqui a pouco sei que posso vir a ter que me blindar das redes sociais onde, talvez, quem sabe, podem me atacar mais ainda em função do cargo”, afirmou.

Bolsonaro segue em viagem oficial à Índia. Ele afirmou que, quando retornar, dia 28, falará melhor sobre a nomeação da atriz.

Assim sendo, seguimos aguardando o desenrolar dos acontecimentos. Regina tem até sábado para decidir qual rumo tomar.

 

Por Daniele Gorito

 

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário