A banda The Rolling Stones comunicou neste sábado (27) que enviou um “aviso final” ao presidente americano

A banda de rock mais icônica do mundo está em guerra com Donald Trump. Tudo por causa do uso das músicas sem a permissão dos Stones. De acordo com uma declaração feita neste sábado (27), a equipe jurídica do grupo enviou uma espécie de comunicado final. Desta forma, os rockeiros ameaçam entrar com um processo caso o governante siga usando seus singles. Segundo eles: “Esta pode ser a última vez que Trump usa as músicas de Jagger e Richards”, disse um representante. Contudo, esta não é a primeira vez que isso acontece. Durante a campanha presidencial de 2016, a banda disse por meio do twitter “Os Rolling Stones não endossam Donald Trump. A música You Cant Always Get What You Want sem a permissão da banda”, declarou.



Leia mais: Emmy Awards 2020: séries com questões sociais ganham destaque

Rolling Stones está em guerra contra Trump. Divulgação/The Rolling Stones


O embate é mais antigo que você pensa

Nos anos 80 a banda encerrava uma incrível maratona de shows pelos Estados Unidos e Europa. Contudo, o que chamou a atenção aconteceu em 1989, em Atlantic City, Nova Jersey. Era só a última apresentação dos Rolling Stones, na arena Boardwalk Hall. Porém, o show teria o patrocínio do hotel e cassino Trump Plaza Hotel and Casino. Foi aí que aconteceu um caso incrível. Não querendo que a imagem do grupo fosse associada ao empresário, ficou acordado que ele não poderia estar presente no dia da apresentação. Entretanto, Trump estava dando uma conferência ao lado no mesmo dia do show, o que irritou o guitarrista Keith Richards. Segundo Michael Cohl, promotor da turnê, Richards deu o ultimato aos organizadores “um de nós está saindo do prédio: ou ele ou nós”. Ao longo dos anos, com as músicas dos Stones usadas por Trump, eles mostram descontentamento com o político.

Por: Sidney Araujo

(Foto de destaque: Rolling Stones pode processar Trump por uso de músicas em campanhas. Norm Betts/Bloomberg)

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário