O dinheiro doado por Ryan Reynolds e Blake Lively será usado  para pagar a fiança de manifestantes

Ryan Reynolds e sua esposa se manifestaram sobre a morte de George Floyd, além disso, eles fizeram uma reflexão sobre o racismo estrutural.



Leia mais: 15,3% das crianças e adolescentes com Síndrome Respiratória Aguda Grave pela covid-19 morrem no Brasil


Ryan Reynolds e Blake Lively doam R$ 1 milhão para ajudar manifestantes

Ryan Reynolds e Blake Lively postaram sobre o caso George Floyd. (Foto: Reprodução/Instagram)


O casal doou US$ 200 mil (aproximadamente R$ 1 milhão) para ajudar manifestantes presos durante protestos contra a morte de George Floyd, morto por um policial. O dinheiro foi doado para o fundo “Association for the Advancement of Colored”, que luta por justiça racial e tem ajudado o manifestantes.

Além disso, os dois atores fizeram postagens em suas redes sociais, onde se manifestaram sobre o caso. Ademais, fizeram reflexões sobre o racismo estrutural, pois embora eles não passam por isso, milhares de negros sofrem com ele no seu dia a dia.

Assim como eles postaram: “Nós nunca tivemos que nos preocupar em preparar nossos filhos para diferentes regras da lei. Ou o que pode acontecer se nosso carro for parado. Nós não sabemos como é experimentar essa vida dia após dia. Não podemos imaginar sentir esse tipo de medo ou raiva. Estamos com vergonha por, no passado, termos nos permitido estar desinformados sobre como o racismo sistêmico está profundamente enraizado”.

O casal disse que está tentando educar os filhos uma forma diferente

Ainda segundo a postagem dos artistas, o casal está tentando educar seus filhos diferentes de como foram educados. Eles refletiram sobre os próprios erros e preconceitos. Dessa forma, estão tentando melhorar.

Assim como escreveram: “Temos tentado ensinar nossos filhos diferentemente de como nossos pais nos ensinaram. Nós queremos nos educar sobre as experiências das pessoas e falar com nossos filhos sobre tudo, tudo isso… Especialmente sobre a nossa própria cumplicidade. Nós falamos sobre nosso preconceito, cegueira e nossos próprios erros. Nós olhamos para trás e vemos tantos erros que nos levaram a examinar profundamente quem nós somos e quem queremos ser”.

Por fim, Ryan e Blake disseram: “Nós estamos comprometidos em criar nossos filhos para que nunca cresçam alimentando esse padrão insano e, portanto, farão o possível para nunca infligir dor a outro ser consciente ou inconscientemente. É o mínimo que podemos fazer para honrar não apenas George Floyd, Ahmaud Arbery, Breonna Taylor e Eric Garner, mas todos os homens e mulheres negros que foram mortos quando a câmera não estava ligada’, acrescentaram no relato”.

Por: Victor Augusto

(Foto destaque: Ryan Reynolds e Blake Lively. Reprodução/Jackson Lee)

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário