Psiquiatras alertam para um tsunami de complicações na saúde mental durante a pandemia da Covid-19

Por segurança, muitas pessoas tiveram que se isolar dentro de casas e isso afetou a saúde mental delas. Entretanto, médicos preocupam que falte apoio à crianças e idosos.



A saber, os motivos como o fechamento de escolas, o isolamento social e o medo de frequentar hospitais contribuíram para complicar a saúde dos reclusos. Além disso, alguns fatores como a solidão, o medo do vírus e incertezas futuras agravaram doenças mentais e criaram novos problemas.

Leia mais: Na quarentena, terapeuta fala sobre relacionamento familiar


Idosos na quarentena precisam de cuidados com a saúde mental. (Foto: Reprodução/Drogaria Santo Remédio)


Segundo uma pesquisa, psiquiatras constataram um aumento no casos emergenciais relacionados à doenças mentais e queda nas consultas rotineiras. A pesquisa foi realizada no Reino Unido.

A professora Wendy Burn, presidente do Royal College of Psychiatrists, alerta para o efeito da covid-19 na saúde mental. “E estamos muito preocupados com as pessoas que precisam de ajuda agora, mas não estão conseguindo. Nosso medo é que o ‘lockdown’ (fechamento total de comércio e serviço) esteja fazendo com que as pessoas guardem problemas. E isso poderiam levar a um ‘tsunami’ de doenças mentais depois“, disse Burn.

Por isso, para Bernadka Dubicka, da faculdade de psiquiatria infantil e adolescente do Royal College of Psychiatrists, a preocupação é com a saúde mental infantil e dos jovens. “Estamos preocupados que crianças e jovens com doença mental que possam estar com dificuldades não estejam recebendo o apoio de que precisam”, explica Dubicka.

Atendimentos à distância podem ajudar

O atendimento psicológico continua a funcionar através das plataformas de videochamada.

No entanto, o uso da tecnologia para chamar um médico se torna difícil para algumas pessoas mais velhas nesse período.

Contudo, no caso dos idosos, a especialista em psiquiatria para idosos, Amanda Thompsell diz que o atendimento tecnológico não é fácil para os mais velhos. “Idosos também costumam ser “relutantes” em procurar ajuda, e sua necessidade de apoio à saúde mental provavelmente é maior do que nunca”, conta Thompsell.

Por: Thuane Dantas

(Foto Destaque: Jovens precisam cuidar de sua saúde mental. Reprodução/Thinkstock)

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário