Projeto Sobrevivendo ao Corona ajuda famílias na periferia durante isolamento social

Numa iniciativa de visibilizar o projeto social e comemorar o Dia do Orgulho  Nerd (25 de maio), Sobrevivendo ao Corona divulga jogo que homenageia motoboys e simula entrega de cestas básicas à periferia.



Dessa forma, o projeto assistencialista iniciou em 2020 para ajudar famílias a sobreviver na periferia de São Paulo durante a pandemia da covid-19. Com isso, no dia 25 de maio, o projeto lançou um game que reproduz a entrega das doações.

Como o local mais afetado pelo coronavírus, as periferias tem letalidade cinco vezes maior que a média no Brasil e sofrem com a falta de recursos. Assim, o Sobrevivendo ao Corona faz parte do conjunto de iniciativas solidárias que surgiram para auxiliar as famílias que encontram-se em vulnerabilidade social.

Leia mais: Movimentos de solidariedade surgem surgem para ajudar no combate ao covid-19 


Game do projeto Sobrevivendo ao Corona

Projeto social Sobrevivendo ao Corona lança jogo de doações. (Foto: Reprodução/Sobrevivendo ao Corona)


O game foi criado pela influenciado digital e ativista, Andreza Delgado, e pelo designer e programador Rafael Braga. De acordo com os criadores, a ideia do jogo também buscou homenagear os motoboys que estão trabalhando intensivamente durante a pandemia. Ademais, ao acessar o link do jogo, haverá também a opção de doar para o projeto.

O projeto

A inciativa social Sobrevivendo o Corona tem como objetivo a compra e distribuição de cestas básicas e kits de higiene para população periférica da capital paulista e Grande SP. Além disso, o projeto também distribui livros/HQs para as famílias.

Para que a inciativa se torna-se possível, o Sobrevivendo ao Corona conta com uma equipe de voluntários. Assim, o voluntariado é dividido em três setores:

  • Ligações: abordagem às famílias registradas através de ligações
  • Rotas: entrar em contato e montar o trajeto dos caroneiros
  • Apoio Presencial: montar as cestas e kits, fazer compras e acompanhar caroneiros
  • Carona Solidária: motoristas que podem realizar entradas das cestas básicas nas casas das famílias cadastradas

“Estamos em busca de pessoas ponta firme afim de somar com nossa iniciativa”, é uma das chamadas do formulário do voluntário.


Voluntário do Sobrevivendo ao Corona

Projeto conta com times de voluntários para acontecer. (Foto: Reprodução/ Instagram Sobrevivendo ao Corona)


Contudo, outra forma de ajudar o projeto é doando. Com isso, a forma de arrecadação pode ser tanto por transferência bancária, PicPay ou pelo PayPal. Até o momento, o projeto ajudou mais de 900 famílias periféricas. Em contrapartida, cerca de 1 mil famílias aguardam na fila de espera para o recebimento das doações.

Por fim, outra forma muito importante de ajudar é seguindo e compartilhando os conteúdos postados nas redes sociais. O projeto se comunica por meio do Instagram e Twitter.

(Foto Destaque: Rascunho do jogo. Reprodução/Sobrevivendo ao Corona)

 

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário