A ex-BBB Thelma Assis e o cantor Kevin o Chris, se pronunciaram sobre o ocorrido

Em uma publicação em sua conta no Twitter, a ex-BBB Thelma Assis, demonstrou estar indignada com a morte do pequeno Miguel. Portanto, Thelma criticou o fato da responsável pela morte não ter sido identificada.



“Vale vinte mil reais, a dor de uma mãe que nunca mais verá seu filho? A Carne mais barata do mercado é a negra. Expor a funcionária ao vírus, expor o filho dela à morte, mas não expor seu rosto à sociedade. Revoltante! #justicapormiguel”, publicou a ex-BBB.

Mas, o funkeiro Kevin o Chris por sua vez, pediu para que seus seguidores assinassem uma petição por justiça a Miguel. A petição foi divulgada por Maisa Silva.

“História triste e revoltante! Assinem! Miguel e a família merecem justiça”, comentou.


Petição de justiça por Miguel. (Foto: Reprodução/Twitter)


Leia mais: Xand Avião marca live de São João

Famosos comentam o caso

Luana Piovani, Luisa Mell e Fátima Bernardes.(Foto: Reprodução/Instagram)


Sobretudo, a morte de Miguel causou revolta em muitas celebridades. Luana Piovani chorou a falar sobre o caso e refletiu sobre ser mais atenta aos privilégios.

“Já não sei mais o que dizer. Me sinto estúpida falando em post tem um algum tempo. Nada muda”, escreveu Luana.

Contudo, a ativista Luisa Mell se propôs a ajudar a Mãe do menino com os custos de advogado desde que, soube do caso. Em seu Instagram, fez um apelo para localizar Mirtes Renata.

“Por favor, quem conhecer a mãe, entre em contato comigo. Quero ajudar a pagar um advogado para o caso”, pediu a ativista.

Ainda mais, na manhã desta sexta-feira (5), Fátima Bernardes se emocionou ao conversar com a mãe do Miguel. Entretanto, ao ouvir o relato de Mirtes, a apresentadora demonstrou solidariedade.

“Que seu coração fique em paz pelo menino feliz que você teve com você. E tenha certeza de que muitas lágrimas e orações estão se juntando às suas. Nós não estamos aqui para julgar ninguém, apenas para pedir justiça e que o caso não seja esquecido”, disse.

Caso Miguel

Ademais, Miguel Otavio Santana da Silva, de apenas 5 anos, morreu inesperadamente, ao cair do 9º andar de um prédio em Recife. Na última terça-feira (2), a mãe da criança foi passear com os cachorros da patroa Sari Cortez deixando o menino no apartamento. Com a falta da mãe, Mirtes Renata, Miguel começou a chorar e dessa forma, foi deixado no elevador por Sari.

Contudo, a criança sem saber mexer no elevador foi parar no 9º andar, onde caiu e veio a óbito. Em princípio, ao voltar do passeio com os cachorros, Mirtes soube na portaria que alguém havia caído, ao ir ver, se deparou com seu filho.

 “Vi meu filho ali, estirado no chão”, contou durante uma entrevista à Rede Globo.

Desse modo, a patroa foi presa em flagrante por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Acontece que, Sari pagou uma fiança de R$20 mil reais e vai responder em liberdade.


Miguel Otavio Santana da Silva. (Foto: Reprodução/ G1 Pernambuco)


Por: Mayra Felippe

(Foto Destaque: Thelma Assis. Reprodução/Instagram)

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário