Ator se pronunciou nas redes sociais após sua entrevista ao canal “Na Real com Bruno De Simone” repercutir negativamente

 

O ator Thiago Martins, que interpreta Ryan em Amor de Mãe, levantou polêmica nas redes sociais ao falar sobre cotas raciais.



Em entrevista ao canal  “Na Real com Bruno De Simone”, o artista foi incitado a falar do preconceito na sociedade e, com isso, disse que não concorda com as cotas.

Leia Mais: Thiago Martins é acusado de assédio nas redes sociais

Ator Thiago Martins. (Foto: Reprodução/Instagram)

Desta forma, na tarde desta sexta-feira (17), horas depois da conversa repercutir negativamente nas redes sociais, Martins publicou uma série de Twitters defendendo que é “contra o sistema, e não contra as cotas”.

“Sou cria da Favela do Vidigal, tenho consciência da minha cor e vi de perto a discriminação. Aliás, vejo até hoje! Tenho amigos do ‘Nós do Morro’ que não tiveram a mesma oportunidade que eu e isso só reforça que o preconceito não acabou”, escreveu.

Logo em seguida, ele falou que “cotas não são esmolas”.

A frase é um trecho da música da cantora Bia Ferreira.

Além disso, o ator acredita que “o Brasil só vai pagar sua dívida histórica quando tiver políticas públicas que garantem a todos igualdade”.

“Enquanto os negros não forem maioria nas unidades e nos lugares de poder, nada vai mudar”, concluiu.

Entenda o caso

Segundo entrevista ao canal “Na Real com Bruno De Simone”,  na semana passada, Thiago Martins se mostrou contra as cotas ao explicar que o negro “bem-sucedido no Brasil ou é jogador de futebol ou a música muda o caminho dele”.

“O negro não tem o espaço que nós brancos temos. Eu tenho muitos amigos negros e a gente conversa muito sobre isso. A cota me machuca, por exemplo, isso dói. Isso dói porque a cor da pele não muda nossa inteligência e nosso caráter, nós somos iguais. A única coisa que muda é nossa pele”, começou.

Logo depois, ele apontou que não concorda com uso de cotas em universidades:

“Para quê existe cota para os negros? Não! Universidade e escola têm que ser para todo mundo. Emprego tem que ser pra todo mundo. A gente vê exemplos de negros bem-sucedidos pelo país, tanto na música, quanto no futebol, quanto sendo empresário, sendo advogado. Por que tiveram a chance e aproveitaram. Hoje eu aplaudo realmente os discursos”.

Já nas redes sociais, o ex-BBB Danrley e outros usuários ficaram indignados com as declarações do ator da Globo.

 

Por Lívia Cout

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário