Ariana Grande e Lady Gaga estavam entre os famosos que participaram dos protestos à George Floyd

Na tarde deste domingo, diversas manifestações ocorreram em prol do movimento Black Lives Matter. A indignação foi levantada após o afro-americano George Floyd ser assassinado semana passada em uma brutalidade policial. Desde então, protestos, campanhas e revoltas têm sido parte do movimento anti-racismo nos EUA.



Da mesma forma, as celebridades não ficaram caladas e muitas se posicionaram a respeito do ocorrido. Miley Cyrus, Beyoncé e Lady Gaga estão entre as famosas que prestaram homenagem à vitima. “Nós devemos mostrar nosso amor pela comunidade negra. Como uma mulher branca, e privilegiada, não temos feito o suficiente na luta contra o racismo. E pelas pessoas que estão sendo mortas por ele.” Diz Gaga no Instagram.

Os famosos também participaram dos protestos nas ruas. Ariana Grande, Lana Del Rey, Ross Lynch e Melanie Martinez são alguns que foram flagrados e postaram stories a respeito. O ator e comediante Nick Cannon publicou uma série de fotos usando um moletom com a frase “não consigo respirar,” dita por Floyd antes de ser morto. Jaime Foxx viajou para Minneapolis para se unir aos líderes comunitários. Enquanto isso, Katy Perry e Harry Styles estão pagando a fiança dos manifestantes que são presos.

Leia mais: Áudio transfóbico de Mel Maia circula nas redes sociais

Protesto à George Floyd

Ariana Grande na manifestação à George Floyd. (Foto: Reprodução/Twitter)


Halsey relata ter sido baleada em protestos

A cantora Halsey foi uma das principais celebridades na linha de frente das manifestações deste domingo. Grande parte dos protestos foram documentados em uma série de stories da artista. Nele, a cantora denunciou a brutalidade policial em contraste ao pacífico manifesto.

A artista alega ter sido atingida por duas balas de borracha durante a confusão com os policiais. Além disso, foi atacada com gás lacrimogênio diversas vezes. Mesmo assim, a linha de frente não cedeu e continuou firme. “Estávamos pacificamente com as mãos para o alto sem nos movermos e os policiais abriram fogo, com armas de borracha e gás lacrimogênio várias vezes contra os cidadãos de Nova York.” Diz a cantora. “Não estávamos provocando eles. A maioria de nós apenas está pedindo que tenham empatia.”

protesto george floyd

Halsey nas manifestações. (Foto: Reprodução/Twitter)


Entretanto, a cantora critica a publicidade dada aos artistas nas manifestações. Para ela, a atenção deve ser concentrada acima de tudo em George Floyd e na importância do movimento.

Os protestos já se espalharam em mais de 75 cidades pelos Estados Unidos. Desde quinta (28), 4 pessoas morreram e 1700 foram presas. Do mesmo modo, a manifestação se espalhou para outros países, incluindo Brasil e Inglaterra.

Por: Pedro Barros

Imagem em destaque: Protestos à George Floyd nos Estados Unidos. (Reprodução/Instagram)

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário