Após 3 anos, o cantor contou sua versão do episódio e disse que houve um descontrole emocional

O cantor Victor Chaves se pronunciou pela primeira vez em três anos após ser acusado de agredir a ex-esposa Poliana Bagatini. Na entrevista publicada nesta terça-feira (23), pela colunista Eliana Trindade, da “Folha de São Paulo”, ele também falou sobre ter sido afastado do “The Voice Brasil Kids”.



Victor Chaves e Poliana Bagatini

Victor Chaves e a ex-esposa Poliana Bagatini. (Foto: Reprodução/Purepeople)


Em resumo, em fevereiro de 2017, Poliana acusou o cantor de violência doméstica. Dessa maneira, a empresária que na época estava grávida da filha Maria Luiza, contou que levou chutes e foi agredida por motivos fúteis. Pouco tempo depois, foi divulgado um vídeo da agressão e ficou comprovado o ocorrido.

Então, em janeiro deste ano, Victor foi condenado a 18 dias de prisão e o pagamento de R$ 20 mil por danos morais. O motivo foi a “contravenção” quando as agressões físicas não deixam marcas. Por isso, a pena varia entre 15 dias à 3 meses em regime aberto ou semiaberto.

O pronunciamento

Dessa maneira, o cantor resolveu explicar sua versão do ocorrido. “Utilizaram os fatos com leituras sensacionalistas. Se não fosse para a mídia e não chegasse aos rigores que chegaram, teria sido um dia de caos que resultaria em separação. Como se trata da mãe dos meus filhos, só posso falar que houve descontrole emocional grande”, iniciou.

“Não estava na discussão entre Poliana, minha mãe e minha irmã no andar de baixo. Ouvi coisas quebrando. Estava com minha filha no colo, passei ela para cozinheira e desci. Vejo cacos de vidro e Poliana aos gritos: ‘Vou pegar nossa filha e ir pra rua’”, contou o sertanejo.

Desse modo, Victor falou que tentou impedir que a ex-esposa fizesse isso, mas diz que não a jogou no chão e que as imagens divulgadas estão aceleradas.“Tecnicamente, o que digo é comprovável. Mesmo que não fosse, se tivesse chutado uma mulher grávida não teria como não feri-la. O exame de corpo de delito deu negativo. Não havia marcas de agressão”, explicou.

Leia mais: Jennifer Aniston e Lisa Kudrow contam detalhes do especial de “Friends”

Afastamento do “The Voice Brasil Kids”

Aliás, nessa mesma época, o cantor era jurado ao lado de seu irmão Léo Chaves no “The Voice Brasil Kids”. Depois da acusação de agressão, Victor foi afastado do programa. “Eles colocaram que eu pedi pra sair do programa. Isso nunca aconteceu. Eu tinha problemas com a direção por questões ideológicas. Destruir-me era um bom negócio. Não conseguiram”, disse.


Victor e Léo

Victor e Léo foram jurados na segunda temporada do “The Voice Brasil Kids”. (Foto: Reprodução/Gshow)


Dessa forma, ele falou que foi para Uberlândia para tomar a decisão se ia ou não continuar com a turnê da dupla. “Lá me deparei com um caos psicológico e emocional. Tombei. Seis dias depois do episódio, quase tirei a minha própria vida. Prefiro não entrar em detalhes”.

Ainda mais, com intuito de tentar recomeçar a sua vida, Victor conta que a solução foi a arte. “Vivi uma dor tão grande que só dormia e tocava. O que me salvou foi a arte. Durante uns sete meses,  tomava banho de três em três dias. Eu me enfiei em shows, mesmo envergonhado. Era música atrás de música para eu não pensar. Meus músicos me viam acabado, chorando”, desabafou Victor.

Por: Ana Carolina Ribeiro

(Foto Destaque: Victor Chaves. Reprodução/Folha Press)

 

 

 

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário