Yago Machado falou sobre sua trajetória, planos futuros e vida pessoal em entrevista exclusiva

Se você gosta de assistir desenhos, novelas e filmes, certamente já viu (ou ouviu), o ator e dublador Yago Machado! Ao Portal Lorena Bueri, Yago contou sobre como começou, os trabalhos mais marcantes e seus planos para o futuro. Além, é claro, de uma surpresa incrível no final da entrevista! Confira:



Em resumo, Yago Machado de Mira, nasceu em 23 de maio de 2001 na Tijuca, cidade do Rio. Com apenas 18 anos, já participou de mais de 50 projetos entre filmes, novelas globais, séries, desenhos, peças teatrais e comerciais de TV. Seu trabalho mais conhecido foi dublando o personagem Darwin Watterson: um peixinho carismático e engraçado da série ‘O Incrível Mundo de Gumball’ e mesmo ainda jovem, Yago já pode se considerar um veterano na arte de emprestar a voz. Porém, seu destaque também foi notório na atuação, interpretando papéis em novelas. Malhação, Salve Jorge, Escrito nas Estrelas e Império são alguns exemplos.

Leia mais: Novela das sete com Larissa Manoela é adiada em pelo menos um mês

(Foto: Reprodução/Acervo pessoal Yago Machado)


Luiz Rocha: Aos 18 anos, você já acumula diversos trabalhos entre atuação e dublagem. Conta pra gente: como que tudo isso começou?

Yago Machado: Então, eu tinha meus 8 anos e estava fazendo curso de teatro e sempre me dei muito bem com arte!! Sempre fui uma pessoa comunicativa, agitada, elétrica, então me envolvi muito fácil com a arte!! Então enquanto eu fazia esse curso, deram a dica pra minha mãe de me colocar em um curso de dublagem (na época eu já era ator)! Minha mãe super curtiu a ideia e veio conversar comigo sobre e me explicou do que se tratava e na hora eu amei a ideia. A partir daí, foi só amor!!! Fiz o curso e me apaixonei completamente pela profissão!! Sou dublador há um pouco mais de 10 anos e quero continuar dublando até eu ficar bemmmmm velhinho kkkkk.

View this post on Instagram

📸: @brunotopin

A post shared by Yago Machado (@yagomachadoator) on

(Foto: Reprodução/Instagram)


LR: Você já dublou – e ainda dubla – vários desenhos. Você acha mais fácil do que dublar produções live-action?

YM: Ser mais fácil ou mais difícil depende de MUITOS fatores, como idioma original, personalidade da personagem, enredo da história e tals, mas no geral, animações são bem mais fáceis que produções live action!! Nas animações você tem um pouco mais de liberdade para brincar com o personagem já que é uma animação. Geralmente quanto é live-action, temos que ser mais fiéis a o que o ator tá reproduzindo no filme original e isso acaba dificultando um pouco. Fora também que temos que tomar mais cuidado com a labial dos atores para não ficar destoante. Por exemplo: no original o ator terminou algo com a labial em “u” (fazendo biquinho), se eu terminar a fala usando a labial de “a” (boca aberta) vai ficar completamente esquisito kkkk.

LR: Entre todos os seus trabalhos de dublagem, tem um que chama mais atenção – o personagem Darwin Watterson em ‘O Incrível Mundo de Gumball’. Você dublou o peixinho laranja por 8 anos e praticamente cresceu emprestando sua voz para ele. 

YM: O Darwin sempre sempre sempre vai estar marcado na minha vida (literalmente porque eu tenho uma tatuagem dele no braço kkkkkk). Não tem como eu negar que o Darwin é meu neném e que sempre tive um carinho especial por ele. Até porque eu e ele crescemos juntos né?? Muita coisa de dublagem eu aprendi fazendo o Darwin e tenho certeza que muito do meu crescimento profissional é culpa dele… Fora o reconhecimento incrível que ele me trouxe e que me fez ver a importância do meu trabalho. Sobre o fim da série, parece que é um pedaço de mim que tá indo, sabe?? Eu me divertia HORRORES fazendo ele principalmente por eu ser bobão igual ele mesmo kkkkk.

LR: Como você reagiu com o fim dessa série? Rola saudade de fazer a voz e os tão marcantes gritos desse personagem?

YM: Eu cresci com ele e é como se eu estivesse deixando um irmão pra trás, é difícil de explicar… Tenho muito carinho e lembranças boas por cada momento que fiz o Darwin. Tanto quando eu era um neném dublando ele quanto quando eu já tava mais velho, nós crescemos mesmo juntos… Com certeza vou sentir saudade de dar os gritinhos dele que sempre eram acompanhados de uma gargalhada minha e do diretor quando parava a gravação!! Até porque essa é uma característica da minha voz, minha voz afina do nada. Principalmente quando eu grito, e poder usar isso em um personagem pra mim foi MUITO mágico, me senti livre!!

(Foto: Reprodução/Instagram)


LR: Além disso, no Twitter, seu perfil bombou principalmente após a publicação, a pedido dos seus seguidores, de um vídeo muito bem humorado brincando com a voz do Darwin. Alguém já pediu pra você fazer a voz dele em algum momento inusitado? Como foi?

YM: Eu me diverti demais fazendo esse vídeo e lendo os comentários no twitter. O povo posta cada coisa que eu fico de queixo caído kkkkk. Ainda mais que eu dou corda e fico zoando com eles… Mas então, é bem comum que as pessoas peçam áudios e que eu faça a voz. Acho incrível que isso é até terceirizado às vezes (uma pessoa pede um áudio pro amigo mandar pro irmão por exemplo). Mas sim, já tiveram pedidos em momentos inusitados, tipo um uber pedindo para eu mandar áudio pro filho no meio da corrida, professor pedindo áudio também, eu ser reconhecido no meio da rua, sei lá, indo pra faculdade e a pessoa pedir um áudio.

YM: Eu amo o carinho que as pessoas tem, meu coração fica quentinho… Mas o mais inusitado que já aconteceu eu não sei se pode falar aqui… tá liberado?? Kkkkk olha, sinceramente eu acho que foi na brincadeira, mas já pediram para eu fazer a voz do darwin no meio das safadezas… Eu na hora fingi demência e não fiz, por motivos óbvios; Mas me deu mó vontade de rir, mas mantive a pose de bandido mau. Mas conhecendo a pessoa, tenho certeza que foi zoando, mas mesmo assim né kkkkkk.

LR: Não foi só no Twitter que você se tornou notório. Em sua conta no Instagram, suas publicações acumulam milhares de curtidas e centenas de comentários. Além, é claro, do surgimento de múltiplos fã clubes. Qual o sentimento de saber que tem pessoas te acompanhando e te admirando?

YM: Eu fico MUITO surpreso e feliz com tudo isso, porque nossa profissão não é muito valorizada justamente por só aparecer a nossa voz e não nosso rosto. Toda essa admiração e reconhecimento são muito impressionantes e motivadores!! Eu recebo muitas mensagens carinhosas agradecendo pelo meu trabalho e que mostram a diferença que faço na vida das pessoas… É emocionante de verdade o que falam pra mim. Eu acho que só tenho a agradecer por cada mensagenzinha que vocês mandam, desde o mais simples “oi gosto muito do seu trabalho” até o maior textão do mundo, porque isso faz eu cada vez querer melhorar mais no que faço e faz eu me sentir cada vez mais motivado.

YM: Eu tenho muito carinho de verdade por todos os que me admiram e eu fico todo bobo vendo tudo isso. Recentemente eu fiz uma live que eu fiquei completamente animado com todas as pessoas que estavam interagindo e com o que estavam falando!! Todo aquele carinho fez com que eu ficasse com um sorriso no rosto a live inteira. Isso faz uma diferença absurda pra mim!! 

(Foto: Reprodução/Instagram)


Não são só atuações e dublagens que têm espaço no coração de Yago. As ciências exatas também são uma paixão para ele que, inclusive, está cursando Matemática na UERJ.

LR: Além do Yago dublador, tem também o Yago estudante universitário de Matemática. Assim, pensando na sua trajetória artística e, principalmente, nos seus sonhos e desejos, quais os planos para o futuro?

YM : Então, a escolha por matemática parece algo nada a ver mas se parar pra pensar faz total sentido kkkkkk. Sempre fui uma pessoa com facilidade pra estudo e sempre me destaquei e tive um carinho especial por matemática. No meu terceiro ano eu comecei a observar meus professores e vi que o que eles faziam era basicamente uma apresentação. Eu me apaixonei completamente pela ideia de ser professor também.

YM: Mas eu NUNCA vou largar a dublagem, de forma alguma. A dublagem me fez crescer e muito do que eu sou hoje é por causa dela. É impossível eu parar de dublar. Meus planos são, basicamente, ser professor no período da manhã (que foi quando eu sempre estudei e nunca pude dublar nesse período) e continuar dublando a tarde e a noite!!! Tenho planos também de começar a dirigir dublagem, que é algo que eu sempre admirei demais e quis fazer. E de MUITO futuramente abrir meu próprio colégio-curso. Acho interessante investir em algo assim e tentar criar uma metodologia mais interessante e diferente das que existem hoje.

View this post on Instagram

Só pq amei as duas 😍 📸: @brunotopin

A post shared by Yago Machado (@yagomachadoator) on

(Foto: Reprodução/Instagram)


LR: Muito obrigado pelo tempo e pela atenção dedicados às respostas. Só pra finalizar com o alto astral do Darwin, você poderia mandar uma breve mensagem com a voz dele?

Áudio: Yago Machado

Por: Luiz Rocha

Imagem em destaque: (Reprodução/Acervo Pessoal Yago Machado)

Related Article

0 Comentários

Deixe um comentário